7 de setembro na capital federal terá atletas e produtos de defesa

7 de setembro na capital federal terá atletas e produtos de defesa

Brasília, 05/09/2016 – A participação brasileira nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 marcará o desfile cívico-militar de 7 de Setembro, data da independência do Brasil. As arquibancadas montadas na Esplanada dos Ministérios devem receber 20 mil pessoas, segundo a organização do evento. O desfile começa às 9h e contará com a participação das Forças Armadas, colégios militares e civis, bem como projetos sociais do Distrito Federal.

Os paineis instalados na Esplanada levam o tema Jogos Olímpicos e Paralímpicos, com projeções mapeadas à noite

Os paineis instalados na Esplanada levam o tema Jogos Olímpicos e Paralímpicos, com projeções mapeadas à noite

Cerca de 2.400 integrantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica participarão do desfile militar. O público poderá conferir, durante o desfile, bandas militares, motocicletas, carros, além de produtos de defesa utilizados pelas Forças. Atletas que estiveram nos Jogos Olímpicos também percorrerão o trajeto do desfile.

Marinha do Brasil

A Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) é considerada uma das maiores do mundo. Já é tradição em desfiles e apresentações públicas, com evoluções simétricas e criativas. A Marinha estará representada também pela Escola Naval, estabelecimento de ensino que forma os oficiais para os corpos da armada, fuzileiros navais e intendentes.

A Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais desfilará em formação de âncora, símbolo da Marinha
A Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais desfilará em formação de âncora, símbolo da Marinha

A Marinha ainda trará dois carros lagarta anfíbios (CLANF), dois carros de combate SK 105 A2S, duas viaturas blindadas Piranha e duas que pertencem ao Sistema Astros CFN 2020.

Exército Brasileiro

7 de setembro na capital 3O grupamento de desfile do Exército estará acompanhado da banda de música do Batalhão da Guarda Presidencial, Batalhão Duque de Caxias, que atende ao cerimonial da Presidência da República. Uma companhia desse cerimonial realizará a “ordem unida sem comando”, que demonstra a disciplina, a precisão e o manuseio do fuzil. Estarão em cinco módulos ao longo do local do desfile.

A participação do Colégio Militar de Brasília e da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) representarão as oportunidades de acesso às linhas de ensino de excelência nas escolas militares da Força.

Como nos anos anteriores, a Pirâmide Humana do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília será uma das atrações. Ela quebrou recorde mundial com 47 militares sobre uma única motocicleta, entrando para o Guiness Book.

Força Aérea Brasileira

No céu de Brasília, uma formação de aeronaves da Força Aérea,  entre elas o KC-130 – de abastecimento; F-5M e A-29 Super Tucano – de caça. Enquanto em solo, estarão a Banda de Música da Base Aérea de Brasília e grupamentos como da Academia da Força Aérea, estabelecimento de ensino responsável pela formação de oficiais aviadores.

7 de setembro na capital 4

Com uma apresentação de 25 minutos, a Esquadrilha da Fumaça fechará o desfile com acrobacias que prometem surpreender o público. A Fumaça esteve recentemente no Rio de Janeiro, marcando o encerramento dos Jogos Olímpicos. 

Entre as novidades

No ano do Brasil nos Jogos Olímpicos, a participação dos atletas está confirmada para a festa cívica. No início do desfile, seis atletas civis e um atleta olímpico farão parte do grupamento do Fogo Simbólico.

Atletas do Programa de Alto Rendimento (PAAR), que participaram dos Jogos Rio 2016, estiveram no Ministério da Defesa
Atletas do Programa de Alto Rendimento (PAAR), que participaram dos Jogos Rio 2016, estiveram no Ministério da Defesa

Atletas militares também vão estar no desfile. São integrantes do Programa de Atletas de Alto Rendimento das Forças Armadas (PAAR), criado em 2008, por iniciativa dos Ministérios da Defesa e do Esporte. Dos 645 atletas do Time Brasil, 145 são do PAAR. Eles conquistaram 13 das 19 medalhas brasileiras nas Olimpíadas.

Representantes da Liga da Defesa Nacional, que completará o centenário neste  7 de setembro, também desfilarão. Criada em 1916  pelo poeta Olavo Bilac, a Liga tinha na sua fundação a ideia de apoiar o civismo e devotar culto aos símbolos sagrados da Pátria.

Junto à Liga virão os “pracinhas” da Força Expedicionária Brasileira (FEB), que combateram na 2ª Guerra Mundial e ex-integrantes de missões de Força de Paz, conhecidos como “capacetes azuis”.

Produtos de Defesa

O público que estiver na Esplanada terá a oportunidade de conhecer de perto alguns produtos de indústria de defesa brasileira. Será a primeira vez que a Bateria do Sistema Astros estará completa em desfile. Serão uma viatura posto de comando e controle, seis viaturas Lançadoras de Mísseis e Foguetes, duas viaturas remuniciadoras e uma do posto de meteorologia. Os veículos Astros são importantes para manter e ampliar a capacidade de dissuasão da Força Terrestre.

O Astros II é um sistema de lançadores múltiplos de foguetes fabricado pela empresa brasileira Avibras
O Astros II é um sistema de lançadores múltiplos de foguetes fabricado pela empresa brasileira Avibras

Oito viaturas Guarani farão parte do desfile e também estão no rol dos produtos alavancados pelos projetos estratégicos para a defesa nacional.

A organização das comemorações na capital federal, em coordenação com a Presidência da República, inclui as participações da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Casa Militar e Civil do Governo de Brasília, Polícias Militar e Civis do DF, Corpo de Bombeiro Militar, Secretaria de Saúde, SETUR, SERIS e SAMU.

Fotos: Tereza Sobreira/MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *