Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792

8 de maio: Dia da Vitria

Quando o mundo lutava contra a tirania nazifascista, o Exrcito Brasileiro enviou os seus soldados, convocadosem todos os recantos do Pas, para enfrentar, em solo europeu, a maior mquina de guerra que o mundo j conhecera.
E fez-se a Fora Expedicionria Brasileira, a FEB. A Cobra fumou…!
Nossa tropa superou o desafio da rpida preparao antes de se deslocar para o Teatro de Operaes Europeu, onde naspatrulhas, incurses e combates, excedeu todas as expectativas, impondo-se com moral, bravura, disciplina e ttica apurada aoexperiente exrcito alemo que, no terreno montanhoso, havia estabelecido uma bem fortificada linha defensiva.
Levando aos Apeninos nevados a alma brasileira, os Pracinhas, de origem humilde, com respeito ao prximo, inefvel alegriae determinao, cumpriram cada misso com denodo e valentia singulares. Amalgamados pela tmpera mais forte e pelo exemplodos seus antepassados, esses heris no se intimidaram frente a um inimigo impiedoso e temido.
Foram brasileiros comuns que suportaram as agruras do afastamento de sua gente e de sua terra, a inclemncia do inverno dosAlpes e a dor da perda, nos campos de batalha, de irmos de Armas.
Pracinhas que, com generosidade e esprito humanitrio, levaram a esperana ao sofrido povo italiano.
Pracinhas que conquistaram o respeito dos exrcitos aliados e daqueles com quem compartilharam momentos de sacrifcio eprivao. Foram muitos os filhos deste Pas que ofertaram suas vidas para que hoje desfrutssemos de uma Ptria soberana e livre.
Feitos heroicos como os intensos combates de Collechio, Fornovo, Monte Castello, Montese, Porretta Terme, Bella Vista, LaSierra, Camaiore, Monte Prano e Zocca jamais podem ser esquecidos da memria nacional.
Hoje, coraes unidos, elevamos nossos pensamentos de louvor e gratido queles que tombaram em combate pela nossaliberdade.
Que s novas geraes no se prive o direito de conhecer a verdade de nossa retilnea trajetria histrica, que abriga os feitos dedestemidos homens e mulheres, que unidos pelas mais dignas causas, propagaram em solo estrangeiro a fibra do soldado brasileiro,suas crenas e seus mais sagrados valores.
Que nosso povo perpetue o lugar de destaque que cabe queles brasileiros que, no sacrifcio da guerra, distinguiram-se pelosentimento de amor Ptria e herosmo.
Falar da Fora Expedicionria Brasileira reverenciar os mesmos heris, desde Caxias, chegando ao Sgt Max Wolf, AspiranteMega e os quatrocentos e sessenta e cinco pracinhas tombados na Itlia. identificar o mesmo nimo, nascido em Guararapes,passando por Tuiuti e que chegou a Monte Castello, Castelnuovo e Montese. o Exrcito de sempre, com os mesmos valores enovos desafios; a mesma fora anmica que impulsiona os que no Haiti ou na Comunidade da Mar, neste momento, protegem avida e garantem o direito de as pessoas sonharem com um futuro melhor.
Feliz do Pas que encontra no seu povo os heris para elevar condio de chamas balizadoras do futuro, consciente de que suasconquistas foram erigidas sobre os pilares slidos da coragem e da honradez, obtidas ao custo de sacrifcio e sangue.
Que este dia evoque as lies deixadas por uma Instituio Nacional Permanente, garantida pela mesma espada invicta queempunhou Caxias, animada agora pela slida confiana do povo de onde provem e ao qual serve.
Parabns Pracinhas do Exrcito Brasileiro!
A paz, queremos com fervor, a guerra s nos causa dor; porm, se a Ptria amada for um dia ultrajada, lutaremos sem temor (…)

(CCOMSEX/ FM)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *