A 23ª Brigada de Infantaria de Selva na Operação Eleições 2016, nos Estados do Pará e Maranhão

A 23ª Brigada de Infantaria de Selva na Operação Eleições 2016, nos Estados do Pará e Maranhão

Marabá (PA) – Corroborando com o trabalho do Exército Brasileiro de garantir a votação e a apuração nas Eleições Municipais de 2016, a 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl) atuou durante todo o pleito, no dia 2 de outubro, em cooperação com a Justiça Eleitoral. A missão desenvolveu-se em 38 municípios do Pará e 22 do Maranhão, envolvendo mais de 1.000 locais de votação, inclusive em comunidades indígenas e ribeirinhas.

eleicoes-1

Nos dois Estados, foi empregado na operação um efetivo de cerca de 3.000 militares, oriundos de todas as organizações militares diretamente subordinadas à Brigada, além de uma frota de aproximadamente 200 veículos, 40 embarcações e um helicóptero. Para fazer a distribuição do efetivo em locais de difícil acesso, foram locadas aeronaves civis adequadas para as pistas de pouso da região.

Todas as tropas tiveram uma preparação completa, por intermédio de um Estágio de Garantia de Votação e Apuração Eleitoral. As características fisiográficas da área de responsabilidade da Brigada impuseram um planejamento de deslocamentos e reconhecimentos com a devida antecedência, utilizando os modais de transporte rodoviário, fluvial e aéreo. Algumas reservas indígenas, por exemplo, localizam-se distantes da sede, próximos a pontos dos rios que não permitem navegabilidade, sendo necessário o transporte das tropas e meios empregados com helicópteros ou aeronaves pequenas, capazes de pousar em pistas de terra.

Dependendo do local onde atuaram, os militares ficaram alojados em instalações públicas, como escolas. Porém, em áreas próximas às reservas indígenas, por exemplo, foi preciso levar todo o material necessário para montar acampamento, pois a determinação era ficar fora da delimitação da reserva, para preservar a individualidade dos indígenas.

Trabalho integrado

No dia do pleito, foi ativado, no Comando da Brigada, em Marabá, um Centro de Operações (COp) com equipamentos de comunicação, georreferenciamento e de videoconferência, integrando a Força Terrestre com os órgãos de segurança pública e demais envolvidos nas Eleições 2016. Estiveram presentes representantes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Civil, da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal de Marabá.

A principal finalidade do funcionamento do COp foi a tomada de decisões necessárias, de forma rápida e eficaz. Além disso, em aparelhos de televisão, foi possível acompanhar as principais notícias relacionadas ao pleito e, com a projeção do Sistema Pacificador, foi feito o acompanhamento em tempo real da atuação das tropas nos diversos municípios. À medida que as equipes reportavam as situações normais ou problemas, cada órgão presente no Centro de Operações, dentro de sua área de atuação, acionou os responsáveis pela solução dos incidentes.

A 23ª Bda Inf Sl disponibilizou, também, durante todo o dia da votação, um número de telefone para possíveis demandas da sociedade em relação às Eleições. A linha foi um meio adicional para acompanhar toda a capilaridade da Operação no Pará e no Maranhão, que transcorreu sem grandes ocorrências.

(CCOMSEX/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *