Academia da Força Aérea realiza cerimônia de entrega de espadins a 196 cadetes

A Academia da Força Aérea (AFA), localizada em Pirassununga (SP), realizou, nesta sexta-feira (05/06), a cerimônia de entrega do espadim a 196 cadetes. Este é um marco na formação dos militares que seguem rumo ao oficialato na Força Aérea Brasileira (FAB). O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, presidiu a cerimônia que também contou com a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, e de Oficiais-Generais membros do Alto-Comando da Aeronáutica, além de autoridades civis e militares.

O espadim, símbolo do cadete, que o acompanhará até o término do curso, foi entregue aos cadetes do primeiro ano após uma intensa rotina acadêmica, de formação e doutrina militar, além do salto de paraquedas, um dos grandes desafios enfrentados nos primeiros seis meses de curso.

“Estes jovens se incorporam à AFA como cadetes da Aeronáutica numa cerimônia bonita, representativa e prestigiada. A Força Aérea acolhe estes cadetes que irão primar por seu código de honra: Coragem, Lealdade, Honra, Dever e Pátria, e, assim, pautar suas condutas como futuros oficiais da Força”, disse o Comandante da Aeronáutica.

O Ministro da Defesa destacou a importância desse momento. “A entrega do espadim simboliza, realmente, uma efetivação na Academia da Força Aérea; lembra que o cadete terá quatro anos de dedicação exclusiva e que ele representa o futuro das Forças Armadas e da Força Aérea Brasileira”, afirmou.

A turma, que recebeu o nome Anúbis, Deus da mitologia egípcia considerado guardião dos Deuses e das pirâmides, é composta por 182 homens e 14 mulheres, distribuídos em 132 aviadores, 46 intendentes e 18 da infantaria, incluindo três cadetes das Nações Amigas Senegal, Peru e Cabo Verde.

Amigos e familiares dos militares também participaram da solenidade. São os chamados padrinhos e madrinhas, que têm a incumbência de realizar a entrega dos espadins. A cadete Letícia de Oliveira Rocha Silva destacou o apoio recebido. “Este momento é muito importante para mim. Eu sonhei muito com isto e, hoje, estar aqui com a minha família é especial. É gratificante olhar para trás e ver tudo o que eu passei, os momentos difíceis e a saudade que eu senti”, lembrou.

O cadete Yuri Nunes Bitar também falou da conquista. “É um sentimento de pertencimento. Quem fez três anos de EPCAR [Escola Preparatória de Cadetes do Ar] sempre sonhou em estar aqui e conseguir o seu espadim; quem fez a prova na AFA, igualmente. E, agora que conseguimos, rumo ao oficialato, é a melhor sensação”, comemorou.

O Comandante da AFA, Brigadeiro do Ar David Almeida Alcoforado, destacou os desafios futuros dos cadetes. “Esta foi a primeira conquista. Com o espadim, o cadete é considerado um militar pronto para iniciar os próximos passos. Ao persistir, no final, irão galgar a conquista da espada, que é o símbolo do oficialato”, finalizou.

Confira como foi a cerimônia.

Fotos: Sargento Gaedke e Soldado Messias/AFA e Sargento Manfrim/MD

Vídeo: Sargento Poleto/CECOMSAER

(CECOMSAER/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>