Aeronave da Força Aérea transporta cilindros de oxigênio para região de fronteira do Amazonas

Aeronave da Força Aérea transporta cilindros de oxigênio para região de fronteira do Amazonas

O Ministério da Defesa continua coordenando as atividades da Operação COVID-19, ativada desde 20 de março para o planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à pandemia causada pelo novo Coronavírus. No sábado (09), uma aeronave C-105 da Força Aérea Brasileira (FAB) decolou de Manaus (AM) com destino ao município de São Gabriel da Cachoeira (AM), a mais de 800 km da capital amazonense, transportando 20 cilindros de oxigênio para apoiar o tratamento dos pacientes da localidade. Neste domingo (10), mais 50 cilindros chegaram ao município, situado no extremo norte do País, próximo à fronteira do Brasil com a Colômbia e a Venezuela. O esforço também teve a participação da 2ª Brigada de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro.

esta imagem não possui descrição

Também na Região Norte, em Marabá (PA), o 52º Batalhão de Infantaria de Selva realizou patrulhas de higienização na Feira Comercial do bairro Laranjeiras, em praças e áreas comuns do município. Já em Itaituba (PA), houve uma campanha de conscientização da população realizada pelo 53° Batalhão de Infantaria de Selva, que distribuiu panfletos e alertou a população local quanto ao risco de contaminação e sintomas da COVID-19. A mesma ação foi realizada por militares da Marinha do Brasil na Capitania Fluvial de Santarém (PA), durante Inspeção Naval na orla de Santarém, e no município de Raposa (MA), pela Capitania dos Portos do Maranhão.

esta imagem não possui descrição

Na Região Nordeste, o Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba realizou as desinfecções do Aeroporto Internacional de João Pessoa (PB) e do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte. Os trabalhos foram realizados em horário reservado, sem a concentração de pessoas nos locais, facilitando a aplicação dos produtos químicos de forma segura. As atividades contaram com militares habilitados para a descontaminação de ambientes, material e pessoal, em Estágios de Capacitação ministrados pela Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do Comando do 3º Distrito Naval.

esta imagem não possui descrição

No Centro-Oeste, a ação de destaque nos últimos dias foi a doação voluntária de sangue. Em Cuiabá (MT), a 57 militares da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada compareceram ao Hemocentro da capital mato-grossense, que tem o abastecimento de seus estoques defasado por conta da pandemia. Em Barra do Garças (MT), integrantes do 58° Batalhão de Infantaria Motorizado doaram sangue no Hemocentro local e realizaram ações de conscientização à população do Vale do Araguaia. Para isso, foram montados postos de higienização, distribuição de máscaras e orientações de medidas preventivas em parceria com a Defesa Civil e a Vigilância Sanitária.

esta imagem não possui descrição

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

Por Tenente Felipe Bueno, com informações dos Comandos Conjuntos

Fotos: Divulgação Forças Armadas

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *