Alunos da Escola Superior de Guerra da Colômbia conhecem estruturas da FAB

Alunos da Escola Superior de Guerra da Colômbia conhecem estruturas da FAB

Além da Base Aérea de Anápolis, grupo com cerca de 30 militares conheceu CINDACTA I e organizações da Marinha e do Exército

A Base Aérea de Anápolis (BAAN), na região central do Brasil, recebeu a comitiva de militares da Escola Superior de Guerra da Colômbia na sexta-feira (09). A viagem de estudos complementa a formação dos alunos das Forças Armadas do país vizinho, que estão no posto de major.

Em Anápolis, grupo conheceu artilharia antiaérea
Em Anápolis, grupo conheceu artilharia antiaérea

“É comum haver viagens de instrução entre as escolas de estado-maior”, explica o Coronel Francisco Bento Antunes Neto, comandante da BAAN. Há cerca de cinco anos, quando fez sua formação, o oficial realizou viagens para Peru e Venezuela.

Os 30 alunos conheceram a estrutura operacional da Base Aérea de Anápolis e das unidades sediadas: o Terceiro Grupo de Artilharia Antiaérea (3º GDAAe); o Esquadrão Guardião (2°/6°GAV) que emprega o avião radar E-99 que realiza alerta aéreo antecipado; e o Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA). “Eles se surpreenderam com o planejamento de estrutura da base, com amplas áreas”, conta sobre um dos tópicos abordados na palestra. A BAAN completou 44 anos em 2016.

Os alunos também assistiram à palestra sobre o controle do espaço aéreo no Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), em Brasília (DF). “Podemos dizer que, em termos de Força Aérea Brasileira, os alunos conheceram um pouco de cada área da nossa atuação”, afirma o coronel.

A delegação colombiana é liderada pelo General de Divisão Jorge Horacio Romero Pinzon, e acompanhada pelo Adido Aeronáutico da Colômbia no Brasil, Coronel Jairo Orlando Orjuela Arévalo.

Militares da Colômbia também visitaram Esquadrão Guardião
Militares da Colômbia também visitaram Esquadrão Guardião

A Escola Superior de Guerra é uma instituição de ensino superior militar, que treina oficiais superiores das Forças Armadas, generais e almirantes futuros do Exército, da Marinha e da Força Aérea Colombiana, e personalidades da sociedade Colombiana, sobre questões de segurança e defesa nacional, a fim de reforçar os canais de comunicação e integração. Também treina oficiais das forças estrangeiras aliadas e amigas, bem como os Oficias da Policia da Colômbia em certas ocasiões.

Roteiro

Em São José dos Campos (SP), o grupo visita indústrias de defesa, como Avibrás e Embraer. A Escola Superior de Guerra (ESG), a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), a Base Naval e o Porta-Aviões São Paulo estão no roteiro do grupo no Rio de Janeiro.

(CECOMSAER/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *