Coronel Julio Almeida, do tiro esportivo, participa da sua segunda Olimpíada

Coronel Julio Almeida, do tiro esportivo, participa da sua segunda Olimpíada

Brasília, 27/07/2016 – Em 2008, o coronel da Força Aérea Brasileira (FAB) Julio Antonio de Souza e Almeida disputou a sua primeira Olimpíada, em Pequim, na China. Já em 2012, em Londres, o militar não conseguiu classificação. Agora, em 2016, ele vai buscar a tão sonhada medalha olímpica. E será aqui no Brasil. O atleta vai competir nas provas de pistola de ar 10m e pistola livre 50m, na modalidade de tiro esportivo.

Atleta da FAB 1

Natural do Rio de Janeiro (RJ), ele ingressou na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) em 1984. Após três anos, em 1987, chegava à Academia da Força Aérea (AFA), para fazer o curso de Aviador, e foi onde conheceu o tiro esportivo. “Lá, no meu segundo ano da Academia, eu comecei a me destacar, comecei a fazer alguns resultados bons, e ali eu comecei a sonhar grande. Graças a Deus, essa trajetória deu certo e, hoje, estou indo para a minha segunda participação em Jogos Olímpicos”, conta o coronel.

Entre os principais países que podem conquistar uma medalha nas provas que o atleta disputará, destacam-se os desportistas da Sérvia, China, Alemanha, Estados Unidos, Itália, Espanha, entre outros. E o competidor a ser batido é o sul coreano Jin Jongoh, dono de três ouros olímpicos, sendo duas medalhas nas provas de pistola 50 metros e outra na de pistola 10 metros.

O momento da competição em si, quando o militar realiza o tiro, exige muita concentração. “A gente trabalha para tentar manter o pensamento o mais neutro possível, o tempo todo. E isso é muito difícil. Você precisa estar muito focado no presente. O ideal é não pensar em nada no momento da prova”, expõe o atleta.

Nos últimos dois anos, o coronel tem viajado bastante e se ausentado muito de casa, mas o apoio dos familiares, perto ou longe, é imprescindível. “A minha família está torcendo por mim e com certeza estarão na arquibancada nos Jogos Olímpicos. Eles são muito importantes para mim”, revela.

Assista ao depoimento e conheça melhor a trajetória e as expectativas do atleta:

Recordes atuais do Coronel Julio Almeida:

• Jogos Sulamericanos individual de Fogo Central com 584 pontos, em 24/11/94, na cidade de Caracas (Venezuela);
• Sul-americano individual de Pistola Standard com 580 pontos, em 23/10/05, na cidade de Santiago (Chile);
• Sul-americano por equipe de Pistola Standard com 1718 pontos, em 01/10/11, na cidade de Santiago (Chile);
• Sul-americano por equipe de Tiro Rápido com 1712 pontos, em 06/10/07, na cidade de Buenos Aires (Argentina);
• Sul-americano individual de Fogo Central com 589 pontos, em 26/09/10, na cidade de Buenos Aires (Argentina);
• Sul-americano por equipe de Fogo Central com 1755 pontos, em 26/09/10, na cidade de Buenos Aires (Argentina);
• Sul-americano individual com final de Pistola de Ar (regra antiga) com 688,9 pontos, em 30/09/11, na cidade de Santiago (Chile);
• Sul-americano por equipe de Pistola de Ar com 1729 pontos, em 30/09/11, na cidade de Santiago (Chile); e
• Sul-americano por equipe de Pistola Livre com 1655 pontos, em 29/09/11, na cidade de Santiago (Chile).

Principais resultados:

• Campeonato Mundial 2010 (Munique – Alemanha), Fogo Central: 2° lugar individual e 1° por equipe;
• Jogos Panamericanos 1995 (Buenos Aires – Argentina), Fogo Central: 2° lugar individual e por equipe;
• Jogos Panamericanos 2007 (Rio de Janeiro – Brasil), Pistola de Ar: 2° lugar individual;
• Jogos Panamericanos 2011 (Guadalajara – México), Pistola de Ar e Pistola Livre: 3° lugar individual e 3° lugar individual;
• Jogos Panamericanos 2015 (Toronto – Canadá), Pistola Livre: 1° lugar individual;
• Campeonato das Américas 1997 (Buenos Aires – Argentina), Pistola Standard: 1° lugar individual e Fogo Central: 1° lugar por equipe;
• Campeonato das Américas 2005 (Salinas – Porto Rico), Pistola Standard: 1° lugar individual e por equipe, Pistola de Ar: 2° lugar individual e 1° por equipe e Tiro Rápido: 2° lugar individual e 1° por equipe;
• Campeonato das Américas 2010 (Rio de Janeiro – Brasil), Pistola Standard: 1° lugar individual e por equipe, Fogo Central: 1° lugar individual e por equipe, Pistola de Ar: 2° lugar individual e por equipe e Pistola Livre: 2° lugar individual e por equipe; e
• Campeonato das Américas 2014 (Guadalajara – México), Pistola Livre: 2° lugar por equipe, Pistola Livre: 2° lugar individual e Pistola Standard: 1° lugar individual e 3° por equipe.

Foto: Sargento Batista/FAB

( MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *