Autoridades do Poder Judiciário conhecem de perto a atuação das Forças Armadas na Região Amazônica

O Gabinete do Comandante do Exército conduziu a 15ª Visita Institucional à Amazônia com autoridades do Poder Judiciário e órgãos que exercem funções essenciais à Justiça, em ação conjunta com a Assessoria Parlamentar e de Relações Institucionais do Comandante da Aeronáutica (ASPAER).

A comitiva partiu de Brasília, na manhã do dia 1º de agosto, em aeronave da Força Aérea Brasileira, com destino à Manaus (AM), contendo 29 convidados de variados órgãos ligados à Justiça brasileira, tais como Supremo Tribunal Federal, Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Justiça Federal, Ministério Público Federal, Advocacia-Geral da União, Presidência da República, Ministério Público Militar, Faculdade de Direito. Na capital do Estado do Amazonas, foi possível conhecer a estrutura da Força Aérea Brasileira para toda Amazônia Ocidental, por meio de uma visitação às unidades aéreas da ALA 8 (Base Aérea de Manaus), do CINDACTA IV e da COMARA.

Ao visitar as instalações do Exército em Manaus, os operadores do direito integrantes da comitiva puderam compreender as peculiaridades da Força Terrestre e aspectos geopolíticos intervenientes na vasta região amazônica, por meio de uma exposição do Comandante Militar da Amazônia, General de Exército César Augusto Nardi de Souza. Na sequência, foi realizada uma instrução prática sobre alimentos de origem vegetal por especialistas em sobrevivência na selva do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS).

No dia 2 de agosto, em aeronave militar da FAB, a comitiva visitou o 5º Pelotão Especial de Fronteira, situado em Maturacá, no sopé do maciço do Pico da Neblina, onde o Exército está plenamente integrado às comunidades indígenas yanomamis, desde 1989, garantindo a soberania nacional, a transmissão de valores patrióticos e difundindo a cidadania brasileira aos habitantes daquela inóspita região da selva amazônica.

No último dia, os participantes puderam constatar o imprescindível papel desempenhado pelo Hospital de Guarnição de São Gabriel da Cachoeira, por intermédio do qual o Exército proporciona assistência de saúde, não somente aos militares e seus familiares, mas também a toda população nativa que recorre àquela Unidade de Saúde do Exército como única alternativa de assistência médica de média complexidade em um raio de centenas de quilômetros.

Por fim, a tropa da 2ª Brigada de Infantaria de Selva deu mostras do elevado nível de profissionalismo, amor à pátria e de sacrifício em prol da conservação da Amazônia brasileira dos militares do Exército de Caxias, o que pôde ser constatado durante a realização de uma formatura no pátio da Brigada Rio Negro, que é comandada pelo General de Brigada Danilo Mota Alencar.

Nessa ocasião, pôde-se observar a perfeita integração do Exército com as comunidades indígenas locais, as quais fornecem inúmeros soldados às suas fileiras. Tais ideais são dispendidos diuturnamente pelos militares brasileiros que servem naquela região do país conhecida como “Cabeça do Cachorro”, em razão do desenho das fronteiras brasileiras com os países vizinhos. Ao término das atividades, foi conferido aos participantes, simbolicamente, o “diploma de defensor da Amazônia”, a fim de que se recordem e retransmitam, nas respectivas esferas de atuação, a realidade vivenciada nessa imensa e riquíssima região brasileira, cuja população sofre, em iguais proporções, uma enorme carência da ação estatal.

(CCOMSEX/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>