Balanço do tráfego aéreo nos Jogos Olímpicos destaca pontualidade dos voos

O dia seguinte ao encerramento da Olimpíada registra o maior movimento aéreo no Galeão

Mais de um milhão de pessoas de 206 países estiveram no Brasil para acompanhar a Olimpíada. Entre chegadas e partidas, atletas, turistas e chefes de Estado cruzaram o espaço aéreo brasileiro.

pontualidade dos voos 1

Os números demonstram a dimensão do evento. Segundo dados do Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), entre domingo (21), dia do encerramento da Olimpíada, e segunda-feira (22), o Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, registrou uma média de 1000 movimentos aéreos e o Aeroporto Santos Dumont atingiu cerca de 700, entre pousos e decolagens.

O dia seguinte à festa de encerramento foi o de maior movimento aéreo. O Galeão teve 524 pousos e decolagens, sendo 367 voos domésticos e 157 internacionais. O pico de tráfego aéreo foi entre 8 e 9 horas da manhã e 9 e 10 da noite, com 33 movimentos aéreos por hora. Esse aumento é decorrente do regresso de chefes de Estado, delegações de atletas, família olímpica e turistas aos seus países de origem. O aeroporto teve, também, um recorde histórico de movimento, com 85 mil passageiros, mais que o dobro de um dia normal.

pontualidade dos voos 2

Segundo o chefe da Sala Master de Comando e Controle, Brigadeiro do Ar Luiz Ricardo de Souza Nascimento, foi feito um planejamento antecipado, visando atender o aumento do fluxo do tráfego aéreo durante os Jogos Olímpicos. “Conseguimos atender a demanda esperada. Tudo ocorreu da melhor maneira possível”, concluiu.

Pontualidade nos voos

Nos 17 dias de Olimpíada, os aeroportos de cidades que sediaram jogos registraram pontualidade nos voos, em torno de 95%. “Essa integração dos órgãos envolvidos na Sala Master facilitou as tomadas de decisões, minimizando os impactos de possíveis atrasos”, afirmou o Brigadeiro Luiz Ricardo.

Para a Paralimpíada, o chefe da Sala Master assegura que o trabalho continua. “Só termina essa missão no dia que o último atleta paralímpico sair do Brasil”, garantiu o oficial-general.

Batismo

O Airbus A 380, da Air France, maior aeronave comercial do mundo, pousou pela primeira vez no Galeão às 20h05 do dia 22 para transportar a delegação francesa. O gigante dos ares foi batizado no pátio com jatos d´água.

Assista à reportagem sobre o balanço do tráfego aéreo:

 

(CECOMSAER/ FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>