Banda Sinfônica do CFN realiza apresentação com músicos moradores de rua e jovens de projeto social

Banda Sinfônica do CFN realiza apresentação com músicos moradores de rua e jovens de projeto social

Para celebrar o Dia do Músico, comemorado em 22 de novembro, a Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) realizou uma apresentação em parceria com o Coro “Canto da Rua”, formado por moradores de rua do Rio de Janeiro, e com os jovens atendidos pelo Batalhão Naval no “Projeto Música e Cidadania”, na Fortaleza de São José (FSJ) da Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro-RJ.

Militares e servidores civis das organizações militares situadas à FSJ foram convidados a assistir ao espetáculo, que marcou, também, o encerramento do ano letivo dos alunos do Projeto “Música e Cidadania”. Na ocasião, os músicos executaram sucessos como “Rocky, um Lutador”, “Hallelujah”, “Coisa mais Linda” e, em conjunto com os alunos do Projeto e com os cantores do Coro “Canto da Rua, emocionaram o público com as canções “Aquarela do Brasil”, “Berimbau” e “Ode a Alegria”.

O Capitão de Corveta Nerias Morel, regente da Banda Sinfônica, afirmou que foi uma grande satisfação para os músicos participarem desta apresentação. “Estamos todos muito emocionados, desde os ensaios até o momento do espetáculo. Quando vemos pessoas superando tantas dificuldades, com tamanha determinação para realizar seus sonhos, ficamos orgulhosos. É uma lição de vida”, disse, referindo-se aos músicos do Coro “Canto da Rua”.

À frente dos cantores do grupo convidado estava o músico Vitor Gomes da Silva, regente do Coro, que se reúne todas as terças-feiras na Catedral Metropolitana do Rio para praticar aulas de canto. “Por meio da música, tentamos dar mais dignidade e visibilidade a essas pessoas tão excluídas pela sociedade. Para mim é um privilégio poder estar à frente desse grupo, aprendo mais do que ensino. O dia de hoje está sendo uma grande troca de experiências para todos nós”.

Projeto “Música e Cidadania” – Fruto de uma parceria entre a Marinha do Brasil e a Pastoral do Menor, o Projeto “Música e Cidadania”, coordenado pelo Batalhão Naval, teve início em novembro de 2017. O objetivo é proporcionar conhecimentos musicais básicos e contribuir para a inserção social de jovens estudantes da rede pública de ensino, moradores de comunidades carentes do Centro do Rio.

Ao longo dos últimos dois anos, o projeto ofereceu a 24 jovens, entre 12 e 15 anos, cursos de musicalização e prática instrumental, utilizando a experiência dos militares da Companhia de Bandas do Batalhão Naval formados na área de pedagogia e educação musical. Os jovens também receberam lições de educação moral e cívica e tiveram a oportunidade de fazer passeios histórico-culturais por diversos pontos turísticos do Rio de Janeiro.

O Comandante do Batalhão Naval, Capitão de Mar e Guerra, Fuzileiro Naval, Alexandre Barbosa, revelou-se satisfeito com o resultado do Projeto “Música e Cidadania” ao final de dois anos de existência. “Por meio da música, ensinamos valores como disciplina e hierarquia. O projeto atingiu seu objetivo, temos recebido respostas muito positivas, tanto dos músicos de nossa Banda que instruíram os jovens, quanto dos familiares dos alunos. Espero que esses jovens levem a experiência que adquiriram aqui para suas vidas e tenham muito sucesso”, reforçou ele, adiantando que no ano que vem terá início uma nova turma do projeto.

(CCSM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *