Bolívia tem interesse em adquirir aviões Super Tucano

Bolívia tem interesse em adquirir aviões Super Tucano

Brasília, 17/11/2016 – O ministro da Defesa, Raul Jungmann, recebeu nessa quinta-feira (17), o seu homólogo da Bolívia, ministro Reymi Luis Ferreira Justiniano, com o objetivo de estreitar relações bilaterais e cooperações entre os dois países. No encontro, o ministro Reymi Justiniano disse que seu país tem interesse em acordos comerciais com o Brasil, especialmente, na compra de aviões Super Tucano, cooperação para o combate de ilícitos na fronteira e aquisição de viaturas blindadas revitalizadas do modelo Cascavel.

o ministro Reymi ainda ressaltou que outras parcerias em demais áreas podem ser firmadas entre os dois países
o ministro Reymi ainda ressaltou que outras parcerias em demais áreas podem ser firmadas entre os dois países

Para o ministro Raul Jungmann, as parcerias são muito bem-vindas e reforçam o compromisso do Brasil e da Bolívia no combate aos crimes transfronteiriços. “A Bolívia é um país irmão com que temos uma excelente relação e a cooperação é importante para a segurança das fronteiras”, enfatizou o ministro.

Jungmann aproveitou a oportunidade para convidar o colega boliviano para conhecer as instalações da unidade da Embraer, em Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, onde são produzidos o Super Tucano e também o cargueiro KC-390.

Acompanhado do embaixador da Bolívia no Brasil, José Kinn Franco, o ministro Reymi ainda ressaltou que outras parcerias em demais áreas podem ser firmadas entre os dois países.

Ambos ministros lembraram do encontro com os países do Cone Sul, ocorrido ontem no Itamaraty, onde foram discutidas parcerias e ações para intensificar a segurança nas fronteiras.

Participaram ainda da reunião no Ministério da Defesa, o secretário de Produtos de Defesa, Flávio Basilio; o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, almirante Ademir Sobrinho; e o chefe de Assuntos Estratégicos, brigadeiro Alvani Adão da Silva.

Foto: Tereza Sobreira/MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *