Camping Militar Paralímpico reúne atletas militares

Evento deu oportunidade de vivenciar o esporte como oportunidade para ter qualidade de vida e descobrir talentos

Militares do projeto João do Pulo, da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), participaram, em maio, na cidade de São Paulo (SP), da segunda edição do Camping Militar Paralímpico, uma ação do Programa Militar do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

O evento contou com a participação de cinco militares da Força Aérea Brasileira (FAB) que tiveram a oportunidade de vivenciar o esporte como oportunidade para ter qualidade de vida e descobrir talentos. Além deles, participaram militares de outras 10 instituições: Marinha, Exército, Polícia Militar do Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo e Bombeiros do Rio de Janeiro e de Santa Catarina.

“Ações como essas do CPB, assim como as ações do Ministério da Defesa e das Forças Armadas, são primordiais para o fomento do movimento militar paralímpico, para que mais militares possam se beneficiar desses momentos de autoconhecimento e experimentações esportivas”, comentou a Tenente Kathiane Oliveira, Chefe do Projeto João do Pulo na CDA.

Durante sete dias de evento, 29 militares reformados foram apresentados a 11 modalidades paralímpicas: atletismo, canoagem, halterofilismo, natação, parabadminton, parataekwondo, remo, tênis em cadeira de rodas, tênis de mesa, tiro com arco e tiro esportivo.

O Soldado Thiago Viceconti, militar da FAB e integrante do Projeto João do Pulo, destacou a importância do projeto para sua conquista de independência. “Eu estou aqui no segundo camping porque amo esportes e o que mais me motiva é que o esporte melhora minha vida, minha saúde e me garante a independência. É muito importante poder mostrar para minha família que consigo sair de casa e fazer algo sozinho, independente deles. Meu objetivo é ser independente como era antes”, afirmou.

Projeto

O projeto João do Pulo, de iniciativa do Ministério da Defesa em conjunto com as Forças Armadas, objetiva a valorização pessoal e a integração social por meio do esporte para militares que se tornaram deficientes físicos.

Fotos: Tenente kathiane / CDA

(CECOMSAER/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>