Cavalgada da Inconfidência reverencia Tiradentes

Cavalgada da Inconfidência reverencia Tiradentes

Tiradentes (MG), 21/04/2016 – Junto a mais de mil amazonas e cavaleiros, o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, participou, na quinta-feira, 21, da 28ª Cavalgada da Inconfidência, um percurso que saiu da cidade de Tiradentes e chegou à praça central de São João del-Rei, em Minas Gerais. Na praça, estão erigidas estátuas de Joaquim José da Silva Xavier e de Tancredo Neves, ambos sanjoanenses. No local, foi realizada cerimônia em homenagem aos dois ilustres brasileiros, com a participação da Banda Municipal Santa Cecília.

Ministro Aldo Rebelo participou da 28ª Cavalgada da Inconfidência
Ministro Aldo Rebelo participou da 28ª Cavalgada da Inconfidência

Idealizador do evento, Baldonado Napoleão leu o nome de todos os inconfidentes que foram condenados pela Coroa Portuguesa e destacou que “a Inconfidência foi um dos grandes eventos da nossa história. À época, Minas era a maior e mais rica província do País, e os inconfidentes consideravam, nas palavras de Tiradentes, que “se todos quisermos, poderemos fazer do Brasil um grande país”.

O secretário da Cultura, Pedro Leão Souza Leite, destacou a participação da cidade na vida política brasileira, inclusive com o envio de um batalhão para a Força Expedicionária Brasileira, na Itália. Juliane Meneses, da direção da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Minas, realçou que os inconfidentes foram “os primeiros a defender um projeto de república no Novo Mundo. Eram verdadeiros cavaleiros da liberdade”. Para o prefeito Helvécio Reis, é significativo que “dos 59 cavaleiros e amazonas que participaram da primeira cavalgada, em 1988, agora sejam mais de mil, mesmo durante um feriado prolongado”.

O ministro Aldo parabenizou os realizadores da cavalgada. “Foi sobre os cavalos que os brasileiros ampliaram nossas fronteiras, estabeleceram nossos povoados. Celebramos esta data diante das figuras de Tancredo Neves e Tiradentes. É um momento de alegria, emoção e também de formação e educação. Como pessoas, nossos heróis e heroínas não se diferenciavam dos demais brasileiros. O que os diferenciavam eram os desafios que se colocavam, as renúncias a que se submetiam, o exemplo que nos deram. Tancredo era um moderado, um conciliador, mas sempre esteve ao lado da democracia. Tiradentes e seus companheiros de jornada construíram o mais elevado momento da luta pela independência, sacrificando inclusive a própria vida”.

Para encerrar a cerimônia, o ministro e o prefeito acenderam a pira em homenagem a Tiradentes e aos inconfidentes.

São João del-Rei

A Fazenda do Pombal pertenceu à família de Tiradentes
A Fazenda do Pombal pertenceu à família de Tiradentes

Na cidade natal de Tiradentes (São João del-Rei), o ministro visitou o Acervo Histórico, acompanhado do prefeito, Helvécio Reis, e do secretário da Cultura, Pedro Leão Souza Leite. No local, estão documentos e objetos relacionados à Inconfidência Mineira, à primeira expedição dos irmãos Villas Bôas em busca de tribos indígenas então desconhecidas, e à história da cidade.

Em seguida, a comitiva foi à Fazenda do Pombal, onde Joaquim José da Silva Xavier – o Tiradentes – nasceu, na divisa de Ritápolis com São João del-Rei. Lá foi recebido pelo prefeito de Ritápolis, Fábio José da Silva. A Fazenda do Pombal, patrimônio histórico nacional, pertenceu à família de Tiradentes, que nasceu naquelas terras em 1746. Apesar de ter vivido poucos anos na fazenda (Tiradentes viveu grande parte de sua vida na região que hoje faz parte de Ouro Preto), o principal símbolo da Inconfidência Mineira tem na fazenda um pequeno memorial. Várias placas foram afixadas em um totem de pedras em sua homenagem.

Homenagem à Tancredo Neves

No mesmo dia, em que se completam 31 anos da morte de Tancredo Neves, Aldo Rebelo depositou flores no túmulo do ex-presidente, no Cemitério da Venerável Ordem Terceira de São Francisco de São João del-Rei. Com o ministro, estavam a filha de Tancredo, Maria do Carmo, e familiares, além do prefeito Helvécio Reis.

Aldo Rebelo depositou flores no túmulo do ex-presidente, no Cemitério da Venerável Ordem Terceira de São Francisco de São João del-Rei
Aldo Rebelo depositou flores no túmulo do ex-presidente, no Cemitério da Venerável Ordem Terceira de São Francisco de São João del-Rei

Aldo destacou o papel de Tancredo “na liderança do processo de redemocratização do país” e o colocou ao lado de outros grandes brasileiros nascidos em Minas, como Felipe dos Santos, condenado à morte por liderar a Revolta de Vila Rica, ocorrida em 1720; Tiradentes, condenado à morte em 1792, por sua participação na Inconfidência Mineira, e o ex-presidente Juscelino Kubitschek.

Fotos: Tereza Sobreira/MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *