Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves inicia atividades do Profesp-2019

No dia 18 de fevereiro, o Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA) promoveu a cerimônia de início das atividades do Programa Forças no Esporte (Profesp).

O Comandante do CIAMPA deu as boas-vindas a todos os presentes e ressaltou a importância da prática e da cultura do esporte como instrumento de promoção do desenvolvimento integral (físico, moral e mental), de formação da cidadania e de melhoria da qualidade de vida de jovens em situação de vulnerabilidade social.

Esse ano, o CIAMPA segue atendendo 400 adolescentes, entre 14 e 17 anos. Devido à contratação de mais professores e monitores, bem como a concretização de parceria com a Fundação da Infância e Adolescência (FIA), foi possível aumentar a frequência das atividades de duas para quatro vezes por semana. A organização militar também incluiu na grade de atividades aulas de reforço escolar de Português e Matemática e aulas de empreendedorismo e de auxiliar de escritório (visando facilitar o acesso dos jovens ao mercado de trabalho, primeiro emprego), além da manutenção das tradicionais atividades socioeducativas, recreativas e esportivas (futebol, voleibol, atletismo, judô, jiu-jitsu, natação e rugby).

A cerimônia contou com a presença dos familiares dos adolescentes, representantes das instituições parceiras do CIAMPA (Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro /Pastoral do Menor, Centro de Referência em Assistência Social Aluno Marcelo Cardoso Tomé, Fundação da Infância e Adolescência, Guarda Municipal e Guanabara Rugby) e de três secretários parlamentares do Deputado Federal Luiz Lima que, após a cerimônia, visitaram as instalações do CIAMPA, onde são desenvolvidas as atividades do Profesp.

Durante a cerimônia, os alunos antigos entregaram o uniforme do programa aos alunos recém-incorporados, como boas-vindas ao Profesp-CIAMPA. O Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves acredita que somente uma Nação fisicamente, intelectualmente, socialmente, e moralmente forte pode garantir sua soberania nacional.

(CCSM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>