Cerimônia marca despedida de novo contingente da Operação Acolhida

Cerimônia marca despedida de novo contingente da Operação Acolhida

Na manhã do dia 2 de setembro, o Comando Militar do Leste (CML) realizou, no Campo do Sampaio, em Deodoro, uma solenidade de despedida do efetivo do 12º Contingente da Força-Tarefa Logística Humanitária, ou Operação Acolhida. A cerimônia marcou o término do período de preparação do contingente. Durante a semana, foram abordados assuntos como valores, ética e conduta militares, a conjuntura na região, trabalho nos abrigos e postos de acolhimento, funcionamento das agências civis nacionais e internacionais, além de medidas de profilaxia e testes de avaliação física e psicológica.

A partir do dia 3 de setembro, cerca de 500 militares da área do CML integrarão a operação humanitária que acolhe e interioriza refugiados venezuelanos provenientes da fronteira do estado de Roraima. Em suas palavras, o Comandante Militar do Leste, General de Exército José Eduardo Pereira, reforçou a confiança depositada na tropa e na certeza do cumprimento da missão.

“Essa é uma missão que está alicerçada no nosso lema “Braço forte, mão amiga”, com ênfase especial nos trabalhos da mão amiga. Essa missão é especial porque, além do nosso povo que vive em região de fronteira, a missão trata do povo vizinho que passa por um momento difícil no seu país e busca um refúgio no nosso território brasileiro. Estamos colaborando no acolhimento de refugiados, e o CML já teve a oportunidade de participar dessa operação duas vezes. É uma missão extremamente importante para o Brasil e para o Exército Brasileiro. Cada um de vocês estará construindo esse sucesso”, disse.

Os integrantes do Exército atuarão em conjunto com militares da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira e com representantes dos Ministérios do Governo Federal, do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), das Organizações Não Governamentais (ONGs), das agências civis, das secretarias estaduais e municipais, entre outros, sob coordenação do Ministério da Defesa.

(CCOMSEX/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *