CGCFN celebra os 209 anos do Corpo de Fuzileiros Navais

CGCFN celebra os 209 anos do Corpo de Fuzileiros Navais

O Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (CGCFN) promoveu, no dia 07 de março, a cerimônia alusiva aos 209 anos do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN), na Fortaleza de São José da Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro (RJ). Presidido pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann, o evento contou com a presença do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e do Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra Fernando Antonio de Siqueira Ribeiro. Também prestigiaram o evento, antigos Ministros da Marinha e ex-Comandantes da Força, ex-Comandantes-Gerais do CFN, Oficiais-Generais das Forças Armadas, representantes dos Poderes Legislativo e Judiciário, autoridades militares e civis, convidados e familiares.

Ministro da Defesa em revista à tropa
Ministro da Defesa em revista à tropa

“Onde estiver em questão a soberania e os interesses do Brasil, onde estiver a expressão do Brasil pela paz, lá também estará a contribuição dos Fuzileiros Navais, que nos orgulham pelo seu compromisso, pela sua história e, em particular, pela absoluta dedicação aos interesses nacionais. Profissionais competentes, leais, qualificados e que são, dentro das Forças Armadas, sem sombra de dúvida, os grandes representantes daquilo que o Brasil tem de melhor”, destacou o Ministro Raul Jungmann, em entrevista à TV Marinha.

Comandante do Corpo de Fuzileiros Navais e Oficiais-Generais formados durante a cerimônia
Comandante do Corpo de Fuzileiros Navais e Oficiais-Generais formados durante a cerimônia

A cerimônia foi marcada pela realização de homenagens, a começar pela entrega da Medalha Mérito Anfíbio a 76 militares da Marinha do Brasil, entre oficiais e praças. Essa condecoração é concedida como reconhecimento àqueles que, em exercícios e operações, distinguiram-se pela exemplar dedicação à profissão e pelo interesse no aprimoramento de sua condição de combatente anfíbio.

Na ocasião, também foi entregue a Medalha Almirante Sylvio de Camargo a quatro oficiais da Marinha do Brasil que obtiveram o primeiro lugar na classificação final do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais (CAOCFN), dentre eles, dois militares da reserva, que obtiveram a primeira colocação, respectivamente, em 1984 e em 1997. Foi agraciado, ainda, o Cabo Fuzileiro Naval de Infantaria João Vitor dos Santos Leal, que ganhou o título de Fuzileiro Naval Padrão de 2016.

Capitão de Fragata Sônia Petersen Alonso recebendo a homenagem
Capitão de Fragata Sônia Petersen Alonso recebendo a homenagem

Em entrevista à TV Marinha, o Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra Fernando Antonio de Siqueira Ribeiro, destacou a importância do CFN para o país e relembrou a trajetória do Corpo em seus 209 anos. “Hoje nós temos a oportunidade de mostrar para a Marinha do Brasil e para a sociedade de uma forma geral as capacidades do Corpo de Fuzileiros Navais: uma tropa pronta, uma tropa com a capacidade expedicionária inconteste e com a vocação anfíbia, é a tropa anfíbia da Marinha do Brasil, é a tropa anfíbia do Brasil” -, salientou.

Além disso, durante a cerimônia, numa referência ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 08 de março, a Capitão de Fragata Sônia Petersen Alonso, primeira titular de uma Organização Militar de Fuzileiros Navais – Unidade Médica Expedicionária da Marinha -, recebeu uma homenagem simbólica, em nome de todas as militares do sexo feminino da Marinha do Brasil.

(CCSM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *