Comandante da Aeronáutica recebe visita do Diretor-Geral da Polícia Federal

Comandante da Aeronáutica recebe visita do Diretor-Geral da Polícia Federal

Nesta segunda-feira (2), o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, recebeu em seu gabinete, em Brasília (DF), a visita do Diretor-Geral da Polícia Federal (PF), Paulo Gustavo Maiurino. A reunião contou, ainda, com a participação do Diretor-Executivo do Órgão Policial, Cairo Costa Duarte, e de Oficiais do Alto-Comando da Aeronáutica. No encontro, foram debatidos assuntos correlatos às Instituições.

O Tenente-Brigadeiro Baptista Junior destacou a parceria entre os Órgãos na interceptação de 300 quilos de drogas, realizada no último final de semana, na divisa de Rondônia com o Mato Grosso. “Isso é fruto de uma parceria entre a Força Aérea e a Polícia Federal de muito tempo, e que tem se intensificado a cada dia. São duas Instituições de Estado, trabalhando pelo nosso País e pela nossa sociedade”, ressaltou.

Na oportunidade, o Diretor da PF também falou sobre o encontro. “Foi uma visita de cortesia, mas também tratamos de assuntos de interesse da Polícia Federal e da Força Aérea Brasileira, tanto da parte operacional, quanto na parte de equipamentos de Segurança”, concluiu.

Operação Ostium

A Ostium é uma operação de reforço na vigilância do espaço aéreo sobre a região de fronteira do Brasil, realizada 24 horas por dia pela Força Aérea Brasileira (FAB), por meio de uma rede de radares que cobre todo o território continental do País, além de partes do Oceano Atlântico. No âmbito da Operação, a FAB interceptou, no dia 31 de julho, uma aeronave classificada como suspeita, segundo informações de inteligência da Polícia Federal, que ingressou no espaço aéreo brasileiro oriunda da Bolívia. As ações envolveram dois caças A-29 Super Tucano e um helicóptero H-60 Black Hawk, além de todo o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA).

A aeronave interceptada tentou se evadir e realizou o pouso em uma pista não homologada na divisa de Rondônia com o Mato Grosso. A partir de então a Polícia Federal, a bordo de um H-60 Black Hawk, assumiu as Medidas de Controle de Solo (MCS). O piloto se evadiu antes do pouso do helicóptero e na aeronave foram encontrados mais de 300 quilos de cloridrato de cocaína. A ação ocorreu sob a coordenação conjunta do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), do Quarto Centro Integrado de Defesa e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA IV) e da Polícia Federal.

Fotos: Soldado A. Soares/CECOMSAER e Divulgação PF

(CECOMSAER/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *