Comandante da Marinha e comitiva visitam o Comando do 2º Distrito Naval para acompanhar ações relacionadas à Operação “Amazônia Azul – Mar limpo é vida”

Comandante da Marinha e comitiva visitam o Comando do 2º Distrito Naval para acompanhar ações relacionadas à Operação “Amazônia Azul – Mar limpo é vida”

O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, e comitiva visitaram o Comandando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN), em 26 de novembro, para tratar de assuntos referentes à Operação “Amazônia Azul – Mar limpo é vida” nos estados da Bahia e de Sergipe.

Durante o encontro, o Comandante da Marinha reuniu-se com representantes de agências e organizações envolvidas na operação. Ele destacou a contribuição dos voluntários nas atuações de limpeza do litoral nordestino. “Parabenizo a todos que estão trabalhando juntos nesta operação. Enfatizo aqui a participação dos voluntários que deram amplitude ao nosso combate sem trégua a essa agressão ambiental. Os voluntários foram um ‘redobrar de energias’”.

O Comandante o 2º Distrito Naval, Vice-Almirante André Luiz Silva Lima de Santana Mendes, fez uma apresentação à comitiva abordando as ações que estão sendo realizadas para coibir os resíduos de óleo nas praias localizadas na área de jurisdição do Com2ºDN. Para o Almirante Silva Lima, a presença do comandante da Força Naval é um fator motivacional para toda tripulação. “Esse encontro é importante porque, aqui, o Comandante da Marinha pôde ver de perto o nosso trabalho, nos orientando e compartilhando informações para que possamos prosseguir”.

O auxiliar do Centro de Coordenação de Operações de Informação na área do 2º DN, Suboficial Pedro Paulo de Oliveira Blanco, falou do seu trabalho na operação. “Eu estou muito grato por participar e subsidiar as ações que a Marinha vem desempenhando para sanar o óleo no nosso litoral. A atuação em conjunto com todos os órgãos, instituições e voluntários corrobora para que juntos sejamos mais fortes”.

A Operação “Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida” foi criada, no dia 4 de novembro, e tem foco em ações humanitárias relacionadas ao meio ambiente, de recuperação de áreas atingidas pelo óleo e de monitoramento das praias e das Águas Jurisdicionais Brasileiras.

(CCSM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *