Comando da 2ª Divisão de Exército inaugura memorial que preserva história da presença do Exército em São Paulo

Comando da 2ª Divisão de Exército inaugura memorial que preserva história da presença do Exército em São Paulo

O Comando da 2ª Divisão de Exército (2ª DE) inaugurou, na manhã do dia 21 de janeiro, seu Memorial. O objetivo é que o espaço demonstre a trajetória da presença das tropas operacionais do Exército Brasileiro no Estado de São Paulo. Para a criação do espaço, a 2ª DE contou com apoio da FHE/POUPEX, da Sociedade de Amigos do Exército em São Paulo (SASDE), da gráfica Alpha Graphics e da loja US Army.

Em suas palavras, o Comandante da 2ª DE, General de Divisão André Luis Novaes Miranda, explicou que, durante o seu comando, estimulou que as unidades subordinadas criassem espaços de resgate histórico e que valorizassem a história do Exército e da Unidade, com o objetivo de gerar maior sentimento de pertencimento à Organização Militar, gerando maior poder de combate.

Ele seguiu, em seu discurso, explicando como foi constituído cada um dos oito módulos que compõem o Memorial da 2ª Divisão de Exército: Origens, Bandeirantes, Guerra da Tríplice Aliança, Revolução Constitucionalista de 1932, Força Expedicionária, Revolução Democrática de 1964, Mudança do Quartel-General da 2ª DE para o Ibirapuera e Missão das Nações Unidades para Estabilização do Haiti (MINUSTAH).

Na sequência, o antigo Comandante Militar do Sudeste e Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, General de Exército João Camilo Pires de Campos, parabenizou a iniciativa da 2ª DE, comentando que “a história pode ser contada por meio de livros, canções, quadros, causos e memoriais como esse”, e concordou com o General Novaes, ao dizer que “conhecer a história é sim multiplicador de poder de combate”.

O Secretário contribuiu com o acervo do memorial e doou o capacete de um combatente da Revolução Constitucionalista de 1932, que pertencia ao acervo pessoal do poeta Paulo Bonfim.

Por fim, o Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Marcos Antônio Amaro dos Santos, ressaltou que “recordar a participação das tropas em combates é importante para conhecer nossa história e preservar os vultos dos heróis”. Ele também presenteou o memorial com a Medalha N° 10, em celebração ao Sesquicentenário do Conflito da Tríplice Aliança, oferecida a pessoas e entidades que trabalham pela preservação e divulgação do patrimônio imaterial do Exército Brasileiro.

Ao final, o General Novaes e demais autoridades realizaram o descerramento simbólico de inauguração do Memorial da 2ª DE.

Além das autoridades já citadas, também prestigiaram a inauguração o General de Exército Francisco Carlos Modesto; o Comandante nomeado da 2ª Divisão de Exército, General de Divisão José Eduardo Pereira; o antigo Comandante da 2ª DE, General de Divisão Eduardo Diniz; o Chefe do Estado-Maior do CMSE, General de Brigada Ricardo Piai Carmona; militares que servem no Comando da 2ª DE e convidados civis.

(CCOMSEX/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *