Comando Militar do Oeste e Universidades firmam termo de cooperação que favorece estudos fronteiriços

 A manhã do dia 1º de agosto foi marcada por emoção durante a solenidade de assinatura do termo de cooperação entre o Comando Militar do Oeste (CMO), a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), no Centro de Estudos de Fronteira General Padilha (GEFRONTTER-UEMS), em Campo Grande.

O Acordo de Cooperação tem por objetivo estabelecer o intercâmbio educativo-cultural e de estudos fronteiriços por intermédio da gestão da biblioteca, bem como do funcionamento de um Centro de Estudos Fronteiriços em suas instalações, destinado a estudos e pesquisas de interesse científico e da área de defesa do território, em consonância com o respectivo Plano de Trabalho previamente acordado entre ambos.

“Desse grande evento surgirão muitas vantagens para essa importante região do país. Quero aproveitar para homenagear ao Coronel Padilha, que contribuiu para que aqui, neste local, fossem realizados importantes eventos como o de hoje”, enfatizou o chefe da Seção de Projetos e Convênios do CMO, Coronel José Roberto de Melo Queiroz.

“Se nós temos o reconhecimento do nosso trabalho pelo Exército Brasileiro, quem vai duvidar da importância da ciência e da tecnologia, do conhecimento que aqui é gerado? Se o CMO assim nos reconhece, para nós é uma honra e, pode ter certeza, todo nosso trabalho será feito com muito orgulho, para continuar honrando essa parceria”, disse o Reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, professor Fábio Edir dos Santos Costa.

Para o Secretário-Adjunto de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Ricardo José Senna, “é muito importante essa sensibilidade do CMO em entender que a academia tem um papel fundamental para o desenvolvimento do nosso estado e a cedência desse espaço é de extrema importância para que as pesquisas comecem a proliferar, a ganhar as ruas e os espaços dentro das políticas públicas”.

Por fim, o Reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, professor Marcelo Augusto Santos Turine, finalizou: “quero agradecer ao CMO, ao Coronel Padilha, pela iniciativa desse espaço de registros históricos, de encontros de cientistas. Sem ciência e tecnologia, a gente não consegue fazer internacionalização do nosso País e do Mundo. Parabéns pela formalização desse importante acordo”.

O Centro de Estudo de Fronteira General Padilha/GEFRONTTER-UEMS, contém hoje um acervo, criado pelo Coronel Ref Rubens de Sá Padilha, com aproximadamente três mil itens, dentre livros, documentos pessoais e oficiais.

Fotos: Ten Camila Dib

(CCOMSEX/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>