Comitiva da Nigéria em visita ao Brasil conhece o Programa Forças no Esporte

Brasília, 17/05/2018 -  A manhã desta quinta-feira (17), na Associação de Esporte e Lazer dos Subtenentes e Sargentos do Exército (ASSEB), em Brasília (DF), foi diferente. Uma comitiva da Nigéria esteve no local para conhecer o Programa Forças no Esporte (PROFESP), do Ministério da Defesa. A visita da National Defence College da Nigéria, representada pelo vice-diretor, major-general Peter John Dauke, e 24 alunos, com o propósito de conhecer e aprender sobre um programa social de sucesso, para possível implementação em seu próprio país.

A comitiva foi acompanhada pelo adido de Defesa da Nigéria, general de Brigada Ibraim Salau Ali, e recepcionada por autoridades do Ministério da Defesa e das Forças Armadas. Devido a compromissos no Brasil, surgiu a oportunidade da visita ao PROFESP em Brasília. O general Dauke, nesta ocasião,  disse estar admirado com o programa, pelo seu formato de inclusão social.

Os alunos do PROFESP que participaram da visita da Nigéria foram dos núcleos coordenados pelo Comando de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (CCOMGEx), cujas oficinas são realizadas nas dependências do “Clube do Rocha” (assim conhecida a ASSEB), atendendo a mil alunos do entorno do Distrito Federal.

Dentro da agenda prevista, houve uma apresentação do PROFESP, além da visita guiada às 15 oficinas de atividades esportivas e culturais, e finalizada com um almoço junto às crianças e adolescentes do programa.

No Distrito Federal, além do CCOMGEx, o PROFESP tem a participação da Ala 1 (Base Aérea) da Aeronáutica, da Estação Rádio da Marinha e do Grupamento de Fuzileiros Navais.

PROFESP

O PROFESP é um programa de inclusão social desenvolvido pelo Ministério da Defesa em parceria com os Ministérios do Esporte, do Desenvolvimento Social e a Secretaria Nacional da Juventude, com apoio da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira. Está presente em todo o território nacional, beneficiando mais de 23.500 alunos. A iniciativa atende a crianças, jovens e adolescentes com idades entre 6 e 18 anos, em situação de vulnerabilidade social, regularmente matriculados na rede pública de ensino.

Por comandante Cleber Ribeiro 

Fotos: sargento Alexandre Manfrim/MD

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>