Comunidade de Países de Língua Portuguesa discute cooperação com o Brasil em áreas acadêmica e de medicina militar

Comunidade de Países de Língua Portuguesa discute cooperação com o Brasil em áreas acadêmica e de medicina militar

Rio de Janeiro, 14/4/2015 – Na manhã desta terça-feira (14), o ministro da Defesa, Jaques Wagner, se reuniu com comitiva de representantes da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), no Rio de Janeiro. As autoridades debateram o andamento de projetos nas vertentes acadêmica, medicina militar, missões de paz, intercâmbio de estudantes, segurança do tráfego marítimo, Operação Felino e defesa cibernética.

Wagner com os representantes da CPLP: projetos nas vertentes acadêmica, medicina militar, missões de paz, intercâmbio de estudantes, segurança do tráfego marítimo e defesa cibernética.
Wagner com os representantes da CPLP: projetos nas vertentes acadêmica, medicina militar, missões de paz, intercâmbio de estudantes, segurança do tráfego marítimo e defesa cibernética.

O encontro aconteceu no âmbito da 10ª LAAD Defence & Security – maior feira da América Latina do setor, que começou nesta terça no Riocentro. Jaques Wagner afirmou que o Governo Brasileiro tem interesse em intensificar a cooperação e os tratados comerciais em defesa com a CPLP, a fim de contribuir para um mundo de paz e confiança.

Embora não seja uma área diretamente de responsabilidade das Forças Armadas, o ministro disse que está à disposição para apoiar as nações-amigas em atividades de combate ao tráfico de drogas nas fronteiras, “que matam mais do que nas guerras convencionais”.

Em contrapartida, o ministro da Defesa de Portugal, José Pedro Aguiar-Branco, explicou que a CPLP tem o desejo de reforçar as relações no setor, já que “esta é uma área que dá bons resultados”. Ele convidou Jaques Wagner para ir a seu país futuramente.

Participaram da conversa, os comandantes da Marinha, almirante Eduardo Barcellar Leal Ferreira, do Exército, general Eduardo Dias Villas Bôas, e da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato; além da secretária-geral do Ministério da Defesa, Eva Chiavon.

Foto: Felipe Barra

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *