Corpo de Fuzileiros Navais comemora 210 anos

 “Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil, comemoremos os 210 anos de nossa virtuosa existência. Que possamos conservar o espírito de corpo – esse sentimento de pertencer a algo maior do que a própria individualidade – que nos é tão característico, e dar continuidade, com coragem, tenacidade e determinação, ao trabalho conduzido pelos homens e mulheres que hoje constituem o Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil. Estamos e estaremos sempre prontos para o cumprimento das missões que nos forem confiadas”.
Estas foram algumas das palavras proferidas pelo Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais durante leitura da Ordem do Dia alusiva ao aniversário de 210 anos do Corpo de Fuzileiros Navais, celebrado no dia 7 de março. A data foi lembrada com uma cerimônia promovida pelo Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (CGCFN) na Fortaleza de São José da Ilha das Cobras, Centro do Rio de Janeiro (RJ).

Presidida pelo Ministro de Estado da Defesa, Joaquim Silva e Luna, a solenidade contou com a presença do Comandante da Marinha; do Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais; de antigos ministros e antigos comandantes da Marinha; de membros do Almirantado; de antigos comandantes-gerais do Corpo de Fuzileiros Navais; entre outras autoridades civis e militares. Também prestigiaram a cerimônia o Comandante da Infantaria de Marinha da Armada da República da Colômbia e o Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra do Comando Sul dos Estados Unidos da América.

A cerimônia marcou a entrega da medalha “Mérito Anfíbio” em reconhecimento aos militares que, em exercícios e operações, distinguiram-se pela exemplar dedicação e pelo aprimoramento de sua condição de combatente anfíbio. Foram agraciados cerca de 170 militares com quatro âncoras em ouro (1.200 dias de operação e 6.500 dias de tropa); quatro âncoras em prata (mil dias em operação e 6.500 dias em tropa); ou quatro âncoras em bronze (800 dias de operação e 5.500 dias de tropa). No evento, foi homenageado, ainda, o Cabo Fuzileiro Naval de Infantaria Renan Martins Takiya, eleito fuzileiro padrão 2017.

O Ministro da Defesa parabenizou o Corpo de Fuzileiros Navais pelos 210 anos, falou sobre suas expectativas à frente da pasta e ressaltou a importância das Forças Armadas trabalharem em conjunto. “Ao comemorar, hoje, os 210 anos do Corpo de Fuzileiros Navais, uma tropa das mais aguerridas e altamente preparada, estamos celebrando também nossas tradições, nossos valores, nossas histórias. Entendo que a maior força das nossas Forças é nossa gente. E é em torno dessa força que queremos investir todos os nossos esforços, valorizando sua proteção social, valorizando sua capacidade, criando condições para que possam trabalhar com segurança, com dignidade, protegendo a si próprios e à sua família”, disse.

O Comandante da Marinha também elogiou a trajetória dos fuzileiros navais e ressaltou que eles são um exemplo a ser seguido. “São 210 anos de abnegação, de comprometimento, de heroísmo, de sacrifício, de muito trabalho pela pátria e a certeza de que, vendo os fuzileiros navais, que são brasileiros como nós, renovamos a esperança no futuro do País. Porque eles são dos melhores brasileiros que nós temos e são exemplos para os demais, por tudo o que são e por tudo o que procuram fazer pela Pátria, por toda sua dedicação. Parabéns aos fuzileiros navais, que são o nosso orgulho. Tenho certeza de que o Brasil inteiro hoje comemora essa data”.

Ministro da Defesa em revista à Guarda de Honra

 

(CCSM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>