CRE debate situação dos projetos estratégicos das Forças Armadas

CRE debate situação dos projetos estratégicos das Forças Armadas

Brasília, 24/09/2015 – Durante a realização de uma audiência pública da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) para discutir o impacto do ajuste fiscal nos projetos da Defesa, o comandante do Exército, General Eduardo Villas Bôas, lembrou dos esforços do Ministro da Defesa, Jaques Wagner, que a seu ver tem buscado articulações objetivando minimizar os cortes orçamentários sobre os programas estratégicos das Forças Armadas.

General Villas Bôas elogiou o esforço do ministro Wagner em minimizar os efeitos do corte orçamentário na Defesa
General Villas Bôas elogiou o esforço do ministro Wagner em minimizar os efeitos do corte orçamentário na Defesa

Entre os projetos mais importantes da área, o comandante do Exército ressaltou o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron). Segundo ele, o Sisfron é essencial porque repercute na segurança pública também, devido ao combate ao tráfico de drogas e armas nas fronteiras.

Para o General, milhões de brasileiros sofrem a consequência direta do desguarnecimento das fronteiras, por onde entra a droga, responsável por 80% da criminalidade urbana. Indagado pelos senadores, o General Villas Bôas detalhou outros programas estratégicos que necessitam de continuidade de recursos.

O presidente da CRE, senador Aloysio Nunes, declarou que vai buscar junto ao Ministério da Defesa e ao próprio Exército  a definição dos projetos mais prioritários, para que recebam as emendas da Comissão no Orçamento 2016.

Foto: Agência Senado

(MD ASCOM/ FM

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *