Crianças da Profesp recebem a visita do ministro da Defesa

Crianças da Profesp recebem a visita do ministro da Defesa

Brasília, 06/05/2016 – O Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, acompanhou na sexta-feira (6) as atividades de 400 crianças atendidas pelo “Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte” (Profesp). O evento ocorreu no Clube dos Subtenentes e Sargentos do Exército, onde as crianças almoçaram junto com o ministro.

Rebelo destacou que o Profesp é um esforço do Estado brasileiro de proteger e amparar jovens matriculados na rede pública de ensino
Rebelo destacou que o Profesp é um esforço do Estado brasileiro de proteger e amparar jovens matriculados na rede pública de ensino

Rebelo destacou que o Profesp é um esforço do Estado brasileiro de proteger e amparar jovens matriculados na rede pública de ensino e dos locais mais carentes do País. “Aproveitam no contraturno da sala de aula, os locais e a infraestrutura das Forças Armadas para a prática de esportes, atividades recreativas, reforço escolar e oficina de artes”, disse o ministro. “O Ministério da Defesa, além de emprestar monitores e os espaços físicos para o Programa, recebe o apoio do Ministério do Esporte, na forma de material e equipamento, e o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), que oferece alimentação.”, complementou.

Com apoio da Marinha, Exército e Aeronáutica, o Profesp promove a inclusão social, por meio de atividades esportivas e de lazer, aulas reforço escolar, oficinas de música, informática, artes, e de treinamentos para diversas especialidades técnicas que facilitam o ingresso no mercado de trabalho. Atualmente, em torno de 21 mil alunos do ensino público, entre 6 e 18 anos, são atendidos, em 89 cidades espalhadas pelo País.

Esportes e artes

Os alunos demonstram bastante contentamento com as atividades das quais participam no Profesp. “O que eu mais gosto de fazer é jogar futebol e artes. Aqui é muito bom também porque eles dão comida”, disse, enquanto participava da aula de artes, Emilly Carvalho Dué, de 8 anos. Ela está na 4ª série da Escola Classe 01 do Paranoá e entrou no Profesp no ano passado. “Quando eu venho pra cá, eu gosto de fazer aula de Artes”, disse Caio Henrique Araújo Oliveira, de 9 anos, que estava fazendo um palhaço de pano. “As atividades que eu mais gosto de fazer aqui são futebol, basquete e artes, revelou Mikael Ângelo de Souza, de 12 anos, estudante da 5ª série da Escola Classe 03 do Paranoá.

A professora do Profesp, Maria Vênus Pessoa, dá aula de educação artística desde 2003 e destaca que gosta de projetos que “fazem acontecer”. “Eu vou também à casa dos meninos, levo cestas de alimentos. Aqui eles têm apoio, abraçam o capitão, os monitores e coordenadores, professores, todos nós. Isso é muito gratificante”, relatou a educadora.

A professora do Profesp, Maria Vênus Pessoa
A professora do Profesp, Maria Vênus Pessoa

Na chegada, o ministro Aldo Rebelo visitou a cozinha onde são preparadas as refeições servidas aos estudantes.  O Centro de Comunicações e Guerra Eletrônica (CCOMGEX) administra oito núcleos do Programa e utiliza as áreas do clube para aulas de tênis, handball, futebol de campo e de salão, vôlei de areia, basquete, judô, capoeira, dança, artes e reforço escolar. É a organização militar com o maior número de alunos, abrigando 800 crianças e adolescentes.

A diretora da Escola Classe Itapoã, Sihami Mudarra, ressaltou o valor do projeto. “Saber a diferença que a gente faz na vida, não só da criança, mas de uma família de uma forma geral, é imensurável. A mãe deixa o filho e fica tranqüila, sabendo que ele tem reforço escolar, brincadeiras, a prática esportiva, e uma alimentação, às vezes a única no dia”, afirmou Sihami.

Atualmente, em torno de 21 mil alunos do ensino público, entre 6 e 18 anos, são atendidos, em 89 cidades
Atualmente, em torno de 21 mil alunos do ensino público, entre 6 e 18 anos, são atendidos, em 89 cidades

Ainda participaram do encontro com as crianças do Profesp, o secretário-geral do Ministério da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, almirante Ademir Sobrinho; o secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do MD, brigadeiro Ricardo Machado Vieira; entre outras autoridades civis e militares.

Orgulho e Talentos

Para o diretor do Departamento de Desporto Militar do Ministério da Defesa (MD), almirante Paulo Martino Zuccaro, o período em que esses jovens convivem com os militares é uma oportunidade de absorverem valores como patriotismo, fraternidade, ética, respeito, disciplina e perseverança. “É um programa que nos enche de orgulho. A presença dessas crianças nas nossas unidades militares oportuniza não apenas a prática desportiva, mas também uma série de outras atividades artísticas, musicais, além de benefício e profilaxia à saúde. Temos a ambição de usá-lo (o projeto) para a revelação de grandes atletas”, disse o almirante.

Carregando a tocha

Desde sua criação, em 2003, vários talentos esportivos foram identificados pelas organizações militares que aderiram ao Profesp. É o caso do jovem Joseías Ferreira das Chagas, atleta de corrida de fundo de atletismo, revelado no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília. Ele vem obtendo seguidas vitórias em sua categoria. Nascido em Campo Alegre de Lourdes (BA), o jovem de 17 anos participou do revezamento da tocha olímpica na cidade de Morrinhos, em Goiás. Fez a parte dele e ainda substituiu um dos condutores previstos que não compareceu ao evento, aumentando seu percurso com a chama olímpica de 200 para 400 metros.

Joseías ingressou na corrida aos 10 anos de idade, por meio de convite de um professor do Profesp. Durante a viagem de Brasília a Morrinhos, Joseías falou sobre a expectativa para um dos momentos mais marcantes de sua vida. “Nem consegui dormir direito noite passada. A emoção é grande, serão os 200 metros mais felizes da minha vida”, declarou o atleta. Teve alegria em dobro.

Fotos: Gilberto Alves/MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *