Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia da ESG realiza viagem de estudos a São Paulo

A turma 2019 do Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia (CAEPE) da Escola Superior de Guerra (ESG) realizou uma viagem de estudos de 3 a 6 de junho com o objetivo de visitar diversas instituições de destaque nas cidades de Resende (RJ), São José dos Campos e Campinas (SP).

Na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), no dia 3, os estagiários foram recepcionados pelo Comandante, o General de Brigada Gustavo Henrique Dutra de Menezes, que apresentou o funcionamento da Academia. “Aqui nós temos que preparar o cadete para o novo, mas mantendo nossa tradição. Formamos os homens que irão liderar o Exército no futuro”, afirmou. Além de uma visita às instalações, foi possível assistir o avançar ao rancho dos cadetes, ponto alto da visita à AMAN.  Os estagiários tiveram ainda a oportunidade de conhecer o Sistema de Simulação de Apoio de Fogo (SIMAF), utilizado para preparação e análise de missões e execução de ordens de tiro, possibilitando o aperfeiçoamento de militares e economia de recursos.

Em São José dos Campos, o objetivo foi conhecer de perto o desenvolvimento tecnológico brasileiro em diferentes áreas. Para isso, no dia 4 foram visitados o Parque Tecnológico de São José dos Campos e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O Parque Tecnológico possui um grande foco em inovação e abriga cerca de 300 empresas/instituições, universidades e uma  incubadora e aceleradora de negócios em uma área de 188 mil m². “Estamos construindo um modelo em que treinamos pessoas para serem emprendedores. Queremos mudar o mindset para o jovem construir algo diferente”, disse o Diretor de Operações, Iram Barbosa.  Além da Nexus, plataforma de inovação que abriga startups e empresas em formação, também foi possível visitar o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN).

No INPE, os estagiários assistiram a uma apresentação institucional da Dra Maria Virginia Alves, Chefe de Gabinete do Instituto. Em seguida, conheceram o Programa de Estudo e Monitoramento Brasileiro do Clima Espacial e o Laboratório de Integração e Testes.

No dia 5, a comitiva foi ao Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas. Na ocasião, conheceram o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, o Laboratório Nacional de Biociências e Laboratório Nacional de Nanotecnologia. Foi possível ainda visitar a construção da fonte de luz síncroton Sirius, que será uma das mais avançadas no mundo na produção desse tipo de energia. “O Síncroton é a ferramenta que mais impactou a análise de materiais nas últimas décadas”, contou Antonio José Roque da Silva, diretor-geral do CNPEM, destacando a importância do equipamento.

Por fim, no dia 6, a turma “ESG 70 Anos – Pátria Amada Brasil” visitou o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

O Diretor do IAE, Brigadeiro Engenheiro César Demétrio Santos, apresentou os trabalhos desenvolvidos pelo DCTA. O Departamento possui ampla gama de atuação, com 13 organizações militares subordinadas que atuam em Pesquisa e Desenvolvimento, Educação, Centros de Lançamento, Infraestrutura e Apoio, Certificação, Formação Militar e Serviços e Atividades Especializadas. Os estagiários visitaram ainda o Laboratório de Ensaios de Vibração (LEVI) e o Túnel de Vento.

Já no ITA, a comitiva conheceu o  Centro de Competência em Manufatura, um dos 105 laboratórios didáticos e de pesquisa do Instituto, que desenvolve soluções para diferentes áreas, usando variados tipos de tecnologia.

O objetivo central da viagem de estudos foi aprofundar e aperfeiçoar os conceitos aprendidos em sala de aula, com os estagiários coletando dados e informações para seus trabalhos acadêmicos a partir das palestras e debates. A delegação, composta por 96 pessoas, foi chefiada pelo Brigadeiro Engenheiro Ronaldo Yuan, Assistente Militar da Aeronáutica na ESG e Diretor do CAEPE.

O  CAEPE tem como objetivo preparar civis e militares do Brasil e de Nações Amigas para o exercício de funções de direção e assessoramento de alto nível na administração pública, em especial na área de Defesa Nacional. Com um total de 86 estagiários, a turma “ESG 70 Anos – Pátria Amada Brasil” conta com seis estagiários de Nações Amigas: dois da Argentina, um do Paquistão, dois do Peru e um do Uruguai.

(ESG ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>