Defesa e Forças Armadas vão adquirir alimentos da Agricultura Familiar

Defesa e Forças Armadas vão adquirir alimentos da Agricultura Familiar

Brasília, 20/10/2016 – Com o objetivo de fortalecer os pequenos agricultores, o Ministério da Defesa (MD) e as Forças Armadas, vão adquirir alimentos do Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/2017. A iniciativa da Defesa consta no Plano Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), divulgado esta semana, que prevê mais R$ 16 milhões para aquisição de legumes, verduras, hortaliças, laticínios, frutas, arroz e feijão.

O Ministério da Defesa participa deste programa desde 2014
O Ministério da Defesa participa deste programa desde 2014

Os alimentos serão consumidos por servidores civis e militares nos restaurantes da administração central da Defesa, e ainda, nas organizações militares, em Brasília, da Marinha (Hospital Naval, Comando do 7º Distrito Naval, Grupamento de Fuzileiros Navais e Estação de Rádio, Centro de Instrução e Adestramento), do Exército (Quartel General do Exército) e da Aeronáutica (Grupamento de Apoio).

O edital colocado à disposição do público diz que as associações e produtores rurais que se inscreverem irão atender durante um ano à grande demanda. Os interessados poderão ter acesso às regras desta disputa com um clique aqui. Ele contempla informações importantes, como por exemplo, datas de apresentação dos documentos de habilitação e da proposta de preços.

Esta modalidade de compra, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos, traz resultados importantes para a economia, estimulando toda a cadeia produtiva da agricultura familiar, gerando empregos e rendas.

A iniciativa permite à Defesa e às forças Armadas receberem alimentos de qualidade, colhidos e entregues diariamente, e sem desperdício entre a produção e o consumidor. Ao todo serão fornecidos 125 itens.

Histórico

O Ministério da Defesa participa deste programa desde 2014. Nos últimos três anos, foram investidos cerca R$ 19 milhões na compra de alimentos da agricultura familiar. De lá para cá, a Defesa começou a produzir aproximadamente 800 refeições por dia útil, no qual, esses alimentos chegam ao MD sempre nas segundas, terças e quintas-feiras.

Foto: Jorge Cardoso (Arquivo/MD)
(MD ASCOM / FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *