Defesa terá projeto esportivo para valorização e integração social de militares com deficiência física

Defesa terá projeto esportivo para valorização e integração social de militares com deficiência física

Brasília, 05/05/2015 – Estimular o acesso de militares com deficiência física à prática esportiva adaptada. Este é o principal objetivo do projeto que visa promover a valorização pessoal e o fortalecimento da integração social, por meio do esporte, no âmbito das Forças Armadas.

Militares selecionados para o projeto piloto
Militares selecionados para o projeto piloto

A iniciativa do Ministério da Defesa (MD), instituída por intermédio da Portaria nº 956/MD,  é destinada aos militares que adquiriram deficiência física ao longo de suas carreiras.

Um evento ocorrido na quinta-feira (30/04), marcou a abertura oficial das atividades do projeto, na Universidade da Força Aérea (UNIFA), onde estiveram presentes autoridades dos Ministérios da Defesa e do Esporte, do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e da Marinha, Exército e Aeronáutica, além de cinco dos dezesseis militares com deficiência selecionados inicialmente para o programa.

De acordo com o chefe do Departamento de Desporto Militar do MD, brigadeiro Carlos Augusto Amaral Oliveira, “o projeto é um iceberg com relação às possibilidades que se apresentam e os seus resultados certamente extrapolarão a dimensão esportiva que o motiva”.

Ao agradecer o apoio que vem recebendo para a realização da iniciativa, o brigadeiro também destacou os ensinamentos, a interação do CPB e a parceria do Ministério do Esporte nas diversas atividades.

Preparação

Civis e militares foram capacitados para o projeto
Civis e militares foram capacitados para o projeto

Trinta profissionais civis e militares, formados em Educação Física e designados pela Marinha, Exército e Aeronáutica participaram, entre os dias 27 e 29 de abril, de uma oficina de iniciação esportiva paralímpica, nas modalidades de vôlei sentado, natação adaptada e atletismo adaptado, promovida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), da Marinha.

A intenção do treinamento era preparar os profissionais para as atividades pedagógicas esportivas que serão desenvolvidas, a partir deste mês, com os dezesseis militares com deficiência física voluntários.

As atividades com os militares ocorrerão duas vezes por semana em quatro núcleos do projeto piloto em funcionamento: CEFAN, Centro de Capacitação Física do Exército (CCFEx), Colégio Militar de Brasília e na Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), sediados no Rio de Janeiro e em Brasília.

“Espero ter uma vida melhor, mais produtiva porque antes desse projeto não tinha expectativa nenhuma, só fazia fisioterapia e agora espero me tornar um futuro atleta. Fico muito feliz em retornar à FAB e me inserir mais na sociedade”, declarou o militar reformado Rodrigo Santos de Souza Araújo.

Os interessados poderão se inscrever em quaisquer das organizações militares citadas ou obter mais informações, por intermédio dos contatos abaixo.

CEFAN
Capitão-de-Mar-e-Guerra (RM1) Sergio Chaves de Jesus
Telefones: (21) 2101-0889 ou (21) 2101-0886
E-mail: sergiocj@ig.com.br

CCFEx
Tenente Coronel Marco Túlio Baptista
Telefones: (21) 2856-2261 ou (21) 2856-2262
E-mail: majtulio.cde@gmail.com

CDA
Coronel Rubens Chaves Martins
Telefones: (21) 2157-2656 ou (21) 2157-2412
E-mail: martinsrcm@cda.aer.mil.br

CMB
Coronel R1 Alan de Almeida Holanda Silva
Telefones: (61) 3424-1072
E-mail: alnbia@ig.com

Foto: Divulgação/MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *