Demonstração operacional e homenagens marcam comemoração ao Dia da Aviação de Caça

A Base Aérea de Santa Cruz (BASC), no Rio de Janeiro, realizou nesta terça-feira (22/4) formatura em comemoração ao Dia da Aviação de Caça. A cerimônia foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito, e contou com a presença de oficiais-generais do Alto-Comando, pilotos de caça e fãs da aviação. Aeronaves de caça F-5EM Tiger, A-1M AMX e A-29 Super Tucano realizaram sobrevoos e demonstração operacional de emprego de armamento aéreo.

dia da aviacao

A data, comemorada há 71 anos, relembra o dia em que os pilotos do Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1º GAVCA), a bordo do caça norte-americano P-47, realizaram o maior número de surtidas: 44 missões de ataque contra os alemães em território italiano. “Das nossas datas, esse é o clímax”, revela o Capitão Osias Machado da Silva, veterano da campanha na Itália.

O Comandante do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, ressaltou a memória do 1º GAVCA e citou da evolução da aviação de caça brasileira, com o aprimoramento das equipagens e a recente definição do novo caça Gripen NG. “Esta é a aviação de caça brasileira, que busca a vanguarda da aviação de caça mundial, com vetores modernos, de avançada aviônica embarcada, sistemas de auto defesa de última geração e com a capacidade de integração a armamentos de ponta”.

Homenagens

Esse foi primeiro ano sem a presença de pilotos combatentes da Segunda Guerra Mundial, os dois últimos faleceram no ano passado. A homenagem aos veteranos foi feita com a entrega do estandarte do 1º GAVCA ao Capitão Osias que relembrou alguns feitos da Força Expedicionária Brasileira (FEB).

demonstracao operacional

“Ficamos conhecidos como “os inigualáveis” por causa da atuação destemida dos brasileiros contra o exército alemão. Houve, por exemplo, o bombardeio do então Tenente Perdigão a um trem com armamentos que seguia para Berlim. Num só ataque, ele conseguiu desarticular a logística dos nazistas. É uma história que precisa ser reconhecida e lembrada”, afirmou o veterano.

Durante a cerimônia, foi entregue o prêmio Pacau Magalhães Motta ao Tenente Aviador Rodolfo Santos Moura, do Esquadrão Centauro (3º/10º GAV). Ele foi o vencedor do concurso realizado pela Associação Brasileira de Pilotos de Caça com um trabalho sobre o uso do Eletronic Flight Bag – um dispositivo eletrônico de gerenciamento de informação de voo na aviação militar.

Os pilotos que se destacaram em seus esquadrões receberam o troféu de “Piloto Mais Eficiente”, entregue pelo comandante da Terceira Força Aérea (III FAE), Brigadeiro do Ar Mário da Silva Jordão. O Comandante do COMGAR entregou ao Esquadrão Centauro, baseado em Santa Maria (RS), o troféu de Unidade Aérea Mais Eficiente.

Também foi entregue a Medalha Operacional Brigadeiro Nero Moura, destinada aos militares comandantes ou ex-comandantes de Unidades Aéreas e aos veteranos do 1º GAVCA, pela conduta em prol da operacionalidade da sua organização e da FAB.

(CECOMSAER/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>