Desfile de 7 de Setembro leva 25 mil pessoas à Esplanada

Desfile de 7 de Setembro leva 25 mil pessoas à Esplanada

Brasília, 07/09/2016 – O desfile de 7 de setembro na capital federal atraiu um público de 25 mil pessoas. No palanque, o presidente Michel Temer autorizou o início do desfile cívico, acompanhado do ministro da Defesa, Raul Jungmann, e dos comandantes da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira; do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas; e da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato.

O KC-390 é o maior avião produzido no Brasil - Foto: Tereza Sobreira
O KC-390 é o maior avião produzido no Brasil – Foto: Tereza Sobreira

Na abertura, a passagem aérea do KC-390, do Comando da Aeronáutica, aeronave desenvolvida pela indústria nacional de defesa, surpreendeu crianças e adultos. Entre eles, Leonardo dos Santos, que veio de Salvador para morar em Brasília e, pela primeira vez, trouxe o filho para assistir ao desfile. “A organização está maravilhosa e é um momento importante para a consciência cívica das pessoas”, comentou Leonardo.

Leonardo Filho, de 7 anos, acompanhado do pai, se empolgou com os aviões da FAB - Foto: Major Sylvia/MD
Leonardo Filho, de 7 anos, acompanhado do pai, se empolgou com os aviões da FAB – Foto: Major Sylvia/MD

O desfile cívico

Este ano o desfile fez uma merecida homenagem aos atletas olímpicos. O atleta militar Arthur Nory, medalha de bronze no solo da ginástica artística nos Jogos Rio 2016, trouxe o Fogo Simbólico da Pátria. Logo após, um grupamento de atletas do Programa de Alto Rendimento das Forças Armadas (PAAR) foi recebido também, com entusiasmo, pelo público e autoridades. O tema Olimpíadas compôs as apresentações das escolas do Distrito Federal, caracterizando diversas modalidades esportivas.

Das 19 medalhas brasileiras nas Olimpíadas, 13 foram de atletas militares - Foto: Tereza Sobreira
Das 19 medalhas brasileiras nas Olimpíadas, 13 foram de atletas militares – Foto: Tereza Sobreira
As Forças Armadas foram representadas pelas tradicionais apresentações como a Banda Marcial dos Fuzileiros Navais, da Marinha do Brasil, com evoluções simétricas e criativas; a “ordem unida sem comando”, do Batalhão da Guarda Presidencial, que atende ao cerimonial da Presidência da República; a pirâmide humana, com militares do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília sobre uma única motocicleta; e não poderia faltar a formação aeronaves da Força Aérea Brasileira, como as de caça F-5M e A-29 Super Tucano.
desfile-4

A presença feminina nas Forças foi destaque nos grupamentos, demonstrando a inserção das mulheres cada vez mais nas fileiras das escolas militares.

Tropas à pé, motorizadas e hipomóveis da Marinha, do Exército e da Aeronáutica mostraram suas possibilidades de emprego para a defesa nacional. Entre elas, a Força Planalto, do Exército Brasileiro, tropa de pronto emprego do Comando Militar do Planalto, que atua em Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

A Força Planalto foi representada pela 3ª Brigada de Infantaria Motorizada - Foto: Tereza Sobreira
A Força Planalto foi representada pela 3ª Brigada de Infantaria Motorizada – Foto: Tereza Sobreira

Ainda compondo a atuação das Forças, produtos nacionais de defesa como as viaturas blindadas Guarani, dotadas de armamento e equipamentos sofisticados; a Bateria de mísseis e foguetes do Sistema ASTROS 2020.

Entre as manobras da fumaça, o voo negativo - Foto: Tereza Sobreira
Entre as manobras da fumaça, o voo negativo – Foto: Tereza Sobreira

No encerramento, o Ministro da Defesa Raul Jungmann cumprimentou o presidente Michel Temer, que deixou o evento com a finalização da apresentação da Esquadrilha de Fumaça, que escreveu no céu de Brasília a frase “orgulho de ser Brasileiro”.

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *