Dia da Marinha Mercante Brasileira

ORDEM DO DIA

Comemoramos no dia 28 de dezembro o Dia da Marinha Mercante Brasileira, em homenagem à data de nascimento de seu Patrono, o Visconde de Mauá. Irineu Evangelista de Souza nasceu em Arroio Grande, município de Jaguarão (RS), em 1813. Foi um importante incentivador do crescimento e desenvolvimento de nosso País no século XIX e a Mauá devemos os primeiros passos da indústria naval brasileira. Comerciante, banqueiro, industrial e armador, de modesto balconista de uma loja de tecidos em sua cidade natal, tornou-se um empreendedor de sucesso.

Homem dotado de imensa visão de futuro, além de exemplo de superação, entusiasmo e de competência, liderou vários empreendimentos ligados à logística de transportes. Criou companhias de navegação e foi responsável pela construção da primeira ferrovia brasileira, abrindo o caminho para a integração de modais de transporte. Muitas outras conquistas podem ser atribuídas ao Barão e Visconde de Mauá, mas ficou eternizado por suas realizações na indústria naval e no transporte marítimo.

O Patrono da nossa Marinha Mercante nos legou outros exemplos, que merecem ser rememorados: a de um homem íntegro, justo, leal, corajoso, e, sobretudo, de profunda honra pessoal. Virtudes que devem ser cultivadas por todos aqueles que têm o mar como profissão.

A Marinha do Brasil cumprimenta nesta data os valorosos marinheiros mercantes brasileiros, os quais seguem os passos de Mauá, contribuindo para o desenvolvimento e engrandecimento do nosso Brasil. Além de 95% do nosso comércio internacional ser feito pelo mar, nossas vias fluviais são também importantes rotas navegáveis. Saudamos hoje os integrantes da Marinha Mercante Brasileira que, ininterruptamente, na nossa Amazônia Azul, na vastidão dos oceanos e em nossas águas interiores movimentam riquezas, transportam passageiros e cargas, atuam na pesca e apoiam a exploração de nossas reservas minerais.

Em que pese ao momento complexo que vive o País, tenho a convicção de que a nossa Marinha Mercante continuará a cumprir seu importante papel dentro do contexto do Poder Marítimo nacional. Relembro que os grandes marinheiros são forjados nas tempestades, as quais sempre são seguidas de mares mais calmos! Com união, otimismo, criatividade e perseverança, v a m o s b u s c a r o aperfeiçoamento de processos, com a certeza de que somos capazes de superar os atuais desafios.

Viva a Marinha Mercante! Viva o Brasil!

WILSON PEREIRA DE LIMA FILHO

Vice-Almirante Diretor

(DPC ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *