DPC realiza novo encontro para debater navegação em lama fluida

A Diretoria de Portos e Costas (DPC) realizou, no dia 11 de outubro, uma reunião com a participação de representantes da Marinha do Brasil (MB) e demais entidades de setores público e privado da comunidade marítima para apresentar o relatório dos estudos preliminares realizados sobre a navegação em lama fluida na Barra Norte do Rio Amazonas. O encontro é um desdobramento do ciclo de palestras promovido pela DPC, em abril, cujo objetivo foi aprofundar os conhecimentos quanto à viabilidade da navegação naquela região, tendo em vista a complexidade do assunto e a necessidade de uma pesquisa cuidadosa por parte de todos os envolvidos.

Capitão de Mar e Guerra Costa Moura durante apresentação

Na ocasião, o Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho, por orientação do Diretor-Geral de Navegação (DGN), Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster, citou a importância dos estudos para avaliar riscos e padronizar os parâmetros de navegação na Barra Norte. Ressaltou também a preocupação da Autoridade Marítima, acima de tudo, com a segurança da navegação, uma vez que se estuda a possibilidade de se navegar em condições que fogem ao padrão de normalidade.

O Chefe do Departamento de Revisão de Normas e Avaliação de Parâmetros Operacionais da DPC, Capitão de Mar e Guerra Sergio Henrique da Costa Moura, apresentou as análises realizadas pelo Grupo de Estudos formado por militares da DPC e da Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN). Apesar de os dados hoje disponíveis não permitirem uma avaliação mais detalhada para minimizar os riscos da navegação na Barra Norte, os estudos sugerem que os trabalhos comecem pela análise aprofundada do regime de marés na região, opinião compartilhada pelo Encarregado da Seção de Marés da Divisão de Levantamentos do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), Capitão de Corveta Cesar Henrique de Oliveira Borba, e pela professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Suzana Vinzon.

Professora Suzana Vinzon da UFRJ durante encontro

Além da participação dos representantes da DPC, do CHM e UFRJ, o encontro contou com a presença de convidados da DGN, da DHN e de importantes instituições diretamente ligadas ao tema, como a Associação de Terminais Portuários Privados, COPPE/UFRJ, Hidrovias do Brasil, Conselho Nacional de Praticagem, Petrobras, Syndarma, Alcoa Alumínio SA, Cargil Agrícola SA, dentre outras.

(CCSM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>