Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792

Em Vancouver, Jungmann participa de reunio de Defesa da ONU

Vancouver (Canad) -O ministro da Defesa, Raul Jungmann, esteve em Vancouver, no Canad, na tera-feira (14), para participar da Reunio Ministerial de Defesa das Naes Unidas (ONU) para a Manuteno da Paz. O encontro, que ocorre at hoje (15), reune cerca de 80 pases, dos quais pelo menos 30 so representados por ministros da Defesa, para discutir estratgias que tornem as operaes de manuteno da paz mais geis, mais eficazes e mais focadas no campo.

O primeiro evento da agenda oficial foi uma reunio com subsecretrio-geral de Apoio de Campo da ONU, Atul Khare, que elogiou as operaes de tropas brasileiras nas misses de paz, em particular no Haiti.

Segundo Khare, o trabalho realizado pelo Brasil foi impecvel. Ele tambm destacou que nos 13 anos de atuao no Haiti no foi registrado um s caso de abuso sexual contra as tropas brasileiras.

Isso nos enche de orgulho e reafirma o profissionalismo das nossas Foras Armadas, disse Jungmann aps o encontro. O ministro tambm relatou ao subsecretrio da ONU que o processo para a definio da prxima misso de paz est sendo elaborado no Brasil. H uma boa probabilidade de que seja realizada na Repblica Centro Africana, depende ainda de uma deciso do presidente da Repblica e do Congresso Nacional, explicou Raul Jungmann.

Foram discutidos ainda alguns detalhes relacionados UNIFIL, primeira Fora-Tarefa Naval a participar de uma misso de paz das Naes Unidas, que, desde 2011, tem a participao da Marinha do Brasil. A presena da Fora-Tarefa tem permitido um ambiente martimo seguro e estvel, que contribui para a retomada do crescimento econmico no territrio libans.

Por fim, o ministro da Defesa exps a disponibilidade do Brasil em assumir o posto de Force Commander em uma nova misso de paz da ONU. As Foras Armadas do Brasil j demonstraram ter capacidade mpar de coordenar tropas em manuteno de paz e, ao mesmo tempo, de entender e dialogar com as populaes dos pases onde se realizam essas misses.

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *