Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Nacional do Uruguai visita Unidades de Santa Maria

Santa Maria (RS) – No dia 10 de setembro, com o objetivo principal de realizar intercâmbio de experiências e conhecimentos entre os Exércitos do Brasil e do Uruguai, uma delegação da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Nacional do Uruguai visitou diversas organizações militares sediadas na Capital dos Blindados.

A delegação, chefiada pelo Comandante da Escola, Coronel Eduardo Balbi, esteve composta por quatro instrutores, dos quais, dois uruguaios, um argentino e o Tenente-Coronel Leriche Albuquerque, do Exército Brasileiro; além de 23 alunos, sendo, 20 uruguaios, um argentino, um peruano, e o Major Alexandre Gallego, do Brasil. Dentre os alunos do Exército Uruguaio, ressalta-se a presença de duas oficiais do segmento feminino.

A viagem, definida na reunião bilateral entre os Estados-Maiores do Exércitos do Brasil e do Uruguai em 2017, teve por finalidade conhecer as organizações militares, a doutrina e o material de emprego militar utilizado pelo Exército Brasileiro no Comando Militar do Sul.

Ao visitaram o Centro de Adestramento – Sul, verificaram como o Centro desenvolve e aplica as diversas simulações e os trabalhos realizados pela organização militar no Projeto de modernização do Exército.

No 29º Batalhão de Infantaria Blindado, Unidade Militar vocacionada para a defesa externa, conheceram seus armamentos orgânicos e os principais materiais de emprego militar. Nesta mesma Unidade, visitaram também o Posto de Comando da Operação Guarani, exercício combinado que conta com a participação dos Exércitos do Brasil e da Argentina, e está transcorrendo nesta semana.

O pavilhão de manutenção e a seção de instrução de blindados foram o foco da visita ao 1º Regimento de Carros de Combate, onde, também conheceram o Pátio dos Blindados, que retrata a evolução dos Carros de Combate operados pelo Regimento durante seus 74 anos de existência.

Na visita ao Centro de Instrução de Blindados, conheceram os simuladores de combate e tiveram a oportunidade de travar contato com as atividades desenvolvidas na missão de especializar militares das Forças Armadas e de Nações Amigas na operação de meios blindados e mecanizados, entre eles, o Guarani, que está entre os principais projetos estratégicos do Exército, e no emprego tático de frações de mesma natureza até o nível subunidade. Ao final das visitas, a Comitiva foi recebida pelo Comandante da 3ª Divisão de Exército, General de Divisão Mauro Sinott Lopes.

A última visita, ocorreu no 3º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado, Unidade símbolo da Arma de Artilharia, onde conheceram o Memorial Mallet, constituído de Museu Histórico, Mausoléu Carro Histórico “Duque de Caxias” e Museu a Céu Aberto, que apresenta, de forma elucidativa e cronológica, a história do Regimento Mallet e da Artilharia, através de fotos, objetos, materiais, armamentos, retratando a história brasileira a partir da Revolução Farroupilha, ocorrida em 1835.

“Além da oportunidade do conhecimento propriamente dito, a interação, as amizades, o relacionamento profissional e pessoal com os militares uruguaios e suas famílias agrega muitas coisas positivas que coadunam com a finalidade do respectivo intercambio” afirmou o TC Leriche, que exerce atualmente a função de Instrutor do Instituto Militar de Estudos Superiores, unidade que está enquadrada a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Nacional do Uruguai.

Oficiais brasileiros no Curso de Estado-Maior do Exército Nacional do Uruguai

Em 1976, foi o primeiro ano que um oficial do Exército Brasileiro realizou o Curso de Estado-Maior no Uruguai. O Major Alexandre Gallego que cursa atualmente, é o 30º. Dentre os concluintes, destaca-se o antigo Comandante da 3ª Divisão de Exército e Ex-Ministro do Superior Tribunal Militar, General de Exército Fernando Sérgio Galvão, que cursou em 1990.

No primeiro ano, o oficial realiza o curso, e no segundo, permanece como Instrutor. Como aluno, possuem a oportunidade de aprender e praticar a doutrina do Exército Uruguaio bem como estudar diversas matérias existentes no curso, tais como, geopolítica, logística, gerenciamento de projetos, estratégia, tática, estatística, comportamento organizacional, entre outras.

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>