Esporte de orientação, abrindo oportunidades e descobrindo talentos

Esporte de orientação, abrindo oportunidades e descobrindo talentos

Maceió (AL), 16/11/2015 – Com a participação de mais de 250 estudantes de Alagoas, incluindo convidados de Salvador e Brasília, foi encerrada, no Dia da Proclamação da República, domingo (15), na cidade alagoana de Marechal Deodoro, a 2ª Copa Sprint de Orientação de Inclusão Social. As provas foram divididas por faixa etária, nível de conhecimento do esporte e gênero.

Crianças e adolescentes do PROFESP participam da 2ª Copa Sprint de Orientação de Inclusão Social
Crianças e adolescentes do PROFESP participam da 2ª Copa Sprint de Orientação de Inclusão Social

A modalidade esportiva adotada foi o esporte de orientação, no qual, durante as provas, os atletas usam bússola, mapas e chip eletrônico nos dedos para demarcação do tempo. Já a Sprint é uma prova rápida, que tem como característica o percurso curto, com exigência de raciocínio rápido e é desenvolvida em ambientes de menor extensão, normalmente em área urbana – no caso, algumas quadras de Marechal Deodoro. A Copa tem por objetivo divulgar e dar maior visibilidade ao esporte.

O governador de Alagoas, Renan Calheiros Filho, que apoiou a iniciativa e participou da cerimônia de encerramento, destacou que “nosso Estado precisa de iniciativas como estas, que apoio desde quando era deputado federal. Não sou esportista, mas sempre pratiquei e recomendo a prática do esporte”.

O deputado federal Pedro Vilela, que, assim como o prefeito de Marechal, Cristiano Matheus da Silva e Souza, e o procurador geral do município, José Soares da Silva, participaram da cerimônia, afirmou ser um entusiasta do programa, “que, inclusive, implantei em Maceió, quando era secretário de Esporte da capital alagoana”.

A Copa tem por objetivo divulgar e dar maior visibilidade a modalidade de orientação
A Copa tem por objetivo divulgar e dar maior visibilidade a modalidade de orientação

Para o comandante José Ferreira de Barros, coordenador-geral do Programa Forças no Esporte (Profesp), “cada vez mais o esporte se propaga como ferramenta de geração de oportunidades, do conhecimento e da troca de experiências. As famílias confiaram seus filhos aos cuidados dos coordenadores, demonstrando uma perfeita integração e relação de respeito entre a sociedade civil e militar”.

População saúda a atividade

Vanessa Ventura da Silva é natural de Boca da Mata (AL), e há 40 anos mora em Marechal. Seu sobrinho, Miguel, 13 anos, foi um dos medalhistas da prova: “A gente está sempre lutando para as coisas melhorarem, tem que correr atrás. Quando foram na Escola Maria Helena convidar os estudantes a participar do projeto, Miguel, que mora comigo, ficou entusiasmado. Ele já me disse que quer continuar com essa atividade, que acho linda. Quem comanda este projeto tem muita competência, e pode ajudar muito nossa Alagoas”, disse.

Também ficou gratificada com o evento a dona Maria Lúcia Oliveira Teixeira, avó de João Nicolas, de oito anos. “O pessoal foi na escola Paraíso das Águas, onde meu neto estuda, e apresentou o programa. Ele ficou entusiasmado. Até me disse que quer ser coronel e dentista, mas só para atender crianças”, contou.

Medalhista em projeção

Joseias Ferreira das Chagas, um dos vencedores do circuito longo de 13 a 17 anos, integra o Programa Forças no Esporte, e é um fundista de 16 anos, com destaque na corrida de longa distância. O jovem já conquistou 14 troféus e se prepara para treinar e competir em Portugal.

ESPORTE 3

O atleta começou a praticar a corrida há cinco anos. “No começo foi difícil correr de cinco a 10 quilômetros, mas fui me preparando. Fui pegando o ritmo”. Joseias é do núcleo do Grupamento dos Fuzileiros Navais de Brasília. Morador do Varjão, bairro pobre da cidade, a proximidade do garoto com integrantes da Marinha fez com que se tornasse presença garantida em corridas.

Seu preparador é o sargento Antônio Carlos Miranda, professor de educação física, que, por meio do programa, já treinou mais de mil crianças. Miranda viu, em 2010, Joseias jogando futebol, e notou que o jovem garoto poderia ser fundista. “Criamos uma equipe de corridas e ele começou a se diferenciar. Deu um bom retorno para o quartel e, com 14 anos, começou a viajar e subir no pódio. É o meu atleta que mais se destacou e creio que sua ida a Portugal vai beneficiar ainda mais a sua atuação”.

Premiação

A premiação foi realizada com troféu e busto do marechal Deodoro da Fonseca, proclamador da República, para os primeiros lugares, e medalhas para os demais participantes. Foram primeiros lugares, para o circuito curto, de seis a oito anos, Samara Kelly da Silva Santos; de nove anos, Andresa Ferreira da Silva (feminino) e Alex Santos Cordeiro (masculino); de 10 a 11 anos, Mariele Fortunato dos Santos e Beatriz Silva Pereira (feminino), e José Carlos da Silva e Lucas Miguel Lima Santos (masculino); de 12 a 15 anos, Francío de Santos de Oliveira (feminino); de 12 a 17 anos, Alexandre da Silva Santos e Nivaldo Amorim Monteiro. No circuito longo, foram vencedores, de 8 a 12 anos, Elder Silva de Souza (masculino) e Maria Eduarda (feminino); de 13 a 17 anos, Islair Carvalho de Brito Dias e Joseias Ferreira das Chagas.

Sobre a 2ª Copa

A Copa de Inclusão Social do Programa Forças no Esporte de Orientação foi criada com a finalidade de despertar nas crianças e adolescentes de 7 a 17 anos em situações de vulnerabilidade social, atendidas pelo Programa Forças no Esporte, a iniciativa, a coragem, a determinação e o espírito esportivo que o esporte Orientação proporciona em seus praticantes. A 2ª Copa de Inclusão Social do Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte fez parte da programação da 5ª Copa Nordeste de Orientação – 5ª COPANE. Participaram do encerramento, em Marechal Deodoro (Alagoas), 150 estudantes da Capitania de Alagoas; 80 do 59° Batalhão de Infantaria Motorizado; e cinco da Base Aérea de Salvador. Os alunos são beneficiados pelo Programa desenvolvido em parceria pelos ministérios da Defesa e do Esporte.

Foto: Gilberto Alves / MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *