Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/folhamilitaronline.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 792

Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas conhece capacidades do Censipam

A Comitiva do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) e os setores estratégicos das Forças Armadas conheceram equipamentos e produtos desenvolvidos pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), na quarta-feira (12/6), em Brasília (DF).

esta imagem não possui descrição

Liderada pelo chefe do EMCFA, Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho, a comitiva conheceu produtos criados para combate a ilícitos e proteção da Amazônia. O diretor-geral, Major-Brigadeiro José Hugo Volkmer, apresentou o histórico de criação do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) e os sistemas estratégicos desenvolvidos pelo órgão.

“O Censipam tem um potencial muito grande. Desenvolvemos sistemas com uso dual, que podem ser utilizados pela sociedade civil e também pelas Forças Armadas, sempre em proveito da proteção da Amazônia”, disse o diretor-geral.

esta imagem não possui descrição

Volkmer reforçou a importância do Conselho Deliberativo do Sistema de Proteção da Amazônia (Consipam) no estabelecimento de diretrizes e prioridades do sistema. O diretor de produtos, Péricles Cardim, apresentou os diversos sistemas oferecidos para órgãos públicos e sociedade para controle do desmatamento e monitoramento hidrometeorológico da Amazônia.

“O Censipam é uma ferramenta extremamente valiosa à disposição das Forças Armadas e do Ministério da Defesa. Precisamos aumentar essa integração, para usufruir ainda mais dos produtos desenvolvidos aqui”, afirmou o chefe do EMCFA.

esta imagem não possui descrição

Os militares testaram o sistema ADS-80, que realiza o mapeamento de áreas de interesse com imagens em altíssima resolução. O sistema gera imagens que podem ser visualizadas por óculos 3D.

Por Willian Cavalcanti 

Fotos: Ronaldy Rodrigues/Censipam

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *