Estado-Maior da Força Marítima no Líbano se reúne na Defesa

Estado-Maior da Força Marítima no Líbano se reúne na Defesa

Brasília, 09/05/2016 – O Estado-Maior do próximo 12º contingente da Força-Tarefa Marítima da Força-Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-Unifil) se reúne durante toda esta semana no Ministério da Defesa (MD) para uma série de palestras, orientações técnicas e avaliação sobre a conjuntura daquele país.

A FTM, única força-tarefa marítima em atuação no mundo, completou este ano cinco anos sob o comando do Brasil
A FTM, única força-tarefa marítima em atuação no mundo, completou este ano cinco anos sob o comando do Brasil

Na abertura do encontro, na manhã desta segunda-feira (09), o vice-chefe de Operações Conjuntas do MD, almirante Carlos Alberto Matias, disse aos militares que as características peculiares da Força-Tarefa Marítima (FTM) e o preparo do contingente a ser empregado envolvem um longo e complexo processo.

“Esse processo, que dura em torno de seis meses, desenvolve-se por intermédio de diversos estágios e exercícios, culminando com os exercícios básico e avançado de preparação dos contingentes”, declarou o almirante Matias. “Diante do ineditismo dessa Força Marítima, as lições aprendidas vêm consolidando um valioso acervo de experiências que poderão ser extremamente úteis para que as Nações Unidas possam planejar futuras missões de paz em outras partes do mundo”, completou.

Entre os assuntos que serão abordados ao longo da semana estão as atividades desenvolvidas pelo Centro Conjunto de Operações de Paz (CCOPAB) do MD, os princípios fundamentais das operações de paz das Nações Unidas, a apresentação dos documentos-chaves dos mandatos de operações, a promoção de igualdade de gênero e a proteção de crianças. O CCOPAB é a instituição de referência internacional em cursos e exercícios para militares, policiais e civis brasileiros e de nações amigas que integram missões de paz e executam trabalho de desminagem humanitária.

Sobre a Unifil

Criada inicialmente em 1978, durante a Guerra Civil Libanesa, a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil) teve o reforço da Força-Tarefa Marítima (FTM) em 2006, após o conflito entre Israel e Líbano, que terminou com a retirada das tropas israelenses no sul do Líbano. A Unifil tem um efetivo de 10 mil militares de 39 países.

Depois de ser liderada pela Alemanha e por um grupo europeu composto por Portugal, Espanha, França e Itália, a FTM-Unifil passou ao comando brasileiro em 2011. Desde então, cabe à Marinha do Brasil indicar o comandante da missão e também a nau-capitânia da esquadra internacional. O objetivo da FTM é impedir a entrada de armas ilegais e contrabandos no país árabe e colaborar com o treinamento da Marinha libanesa.

A FTM, única força-tarefa marítima em atuação no mundo, completou este ano cinco anos sob o comando do Brasil, é composta por sete navios: 02 de Bangladesh; 01 da Grécia; 01 da Indonésia; 01 da Alemanha; 01 da Turquia; e a nau-capitânia brasileira.

A substituição da nau-capitânia ocorre de seis em seis meses e a próxima ocorrerá em setembro, quando a fragata Liberal irá assumir o comando da fragata Independência, que retornará ao Brasil.

Fotos: Tereza Sobreira/MD

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *