Exército Brasileiro empregado na Operação Ágata XI

Exército Brasileiro empregado na Operação Ágata XI

O Exército Brasileiro está sendo empregado na 11ª edição da Operação Ágata, iniciativa do Ministério da Defesa, coordenada pelo Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, para o combate aos crimes transfronteiriços e ambientais.

AGATA EXERCITO 1 Desde o último dia 13 de junho, efetivos da Força Terrestre estão desdobrados em diversos pontos, ao longo dos mais de 16 mil quilômetros de fronteira seca, atuando em 11 estados das Regiões Norte, Centro-Oeste e Sul.

Na primeira semana de atuação, as organizações militares envolvidas desencadearam uma série de atividade, dentre as quais, pode-se destacar alguma. Em Rondônia, por exemplo, a 17ª Companhia de Infantaria de Selva deslocou-se da Guarnição de Porto Velho para a região de Ponta do Abunã (RO), localizada na BR-364, a fim de patrulhar a fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Já em Roraima, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva, por meio do 10º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva, realizou um posto de bloqueio e controle de estradas (PBCE) na BR-174 Sul, com apoio da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar do Estado de Roraima.

Enquanto isso, na Região Sul do país, ocorreram, somente no primeiro dia de atividades, cerca de 5.462 inspeções e vistorias em veículos e embarcações. Além disso, o 8º Regimento de Cavalaria Mecanizado realiza patrulhas na tríplice fronteira entre o Brasil, a Argentina e o Uruguai.

AGATA EXERCITO 2

A Operação Ágata XI envolve 11 mil militares das Forças Armadas e 450 integrantes de 33 agências governamentais. As ações de fiscalização e inspeção estão ocorrendo em 710 municípios, sendo 122 limítrofes, e envolvem o patrulhamento de estradas, vias fluviais e marítimas. Como nas outras edições da operação, durante a atividade também são realizadas ações cívico-sociais, como o atendimento médico e odontológico de pessoas das comunidades em que há o emprego da tropa.

(CCOMSEX/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *