FAB comemora o Dia do Aviador e sua data magna

Brasília (DF) - O Comando da Aeronáutica nesta segunda-feira (23), pela manhã, na Ala 1 (Base Aérea de Brasília), o Dia da Força Aérea Brasileira (FAB) e o Dia do Aviador. A data magna da FAB lembra os 111 anos do primeiro voo realizado por Alberto Santos Dumont – patrono da Força – e dos 76 da Força Aérea. Neste mesmo dia, em 1906, Santos Dumont voou pela primeira vez com o 14 Bis, no Campo de Bagatelle, em Paris, na França.

Presente à cerimônia, o presidente da República, Michel Temer, destacou, na sua mensagem lida, a tarefa constitucional da FAB de defender o espaço aéreo e suas ações sociais. “Ao contribuir para a integração de nosso grande País, a Força Aérea cumpre, ainda, importante função social. Por suas asas, populações inteiras em recônditos do Brasil recebem o apoio de que precisam, remédios, assistência médica”, diz sua mensagem aos aviadores e à Força Aérea.

Para o ministro da Defesa, Raul Jungmann, também presente à cerimônia, é um reconhecimento mais do que merecido. “A Força Aérea é responsável por nossa defesa e controle aéreo, pelo programa nacional do espaço e que tem sob sua vigilância 22 milhões de quilômetros quadrados, que inclui águas territoriais e internacionais, que estão sob nosso controle para salvamento e busca”, enfatizou o ministro Jungmann.

A solenidade contou com momentos simbólicos como a apresentação da banda da Aeronáutica com o canto “Hino dos Aviadores”, acompanhado de caças F5 rasgando o céu da capital federal.

Na Ordem do Dia  da FAB, o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato, ressaltou o feito do Patrono da FAB. “Há exatos 111 anos, um homem dotado de perspicácia, audácia e empreendedorismo realizou o primeiro voo do mais-pesado-que-o-ar. Os feitos de Santos Dumont revolucionaram a humanidade”, completou o comandante.

Rossato ainda destacou a reestruturação da Força Aérea, com os três grandes projetos. “Realizou-se no dia 15 de junho deste ano o primeiro voo do protótipo da aeronave Gripen NG e a primeira aeronave brasileira já toma forma na linha de produção da SAAB”, disse o brigadeiro.

Sobre visão de futuro, o comandante falou do projeto KC-390, “que vem alcançando resultados além dos esperados, demonstrando ser uma notável ferramenta que contribuirá com a execução da nossa missão de integrar o território nacional.”

O terceiro projeto lembrado foi o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas, o SGDC, “um importante passo rumo à independência tecnológica aeroespacial do País.”

“Esses três grandes projetos são componentes fundamentais para a continuidade da atuação da FAB nessa fabulosa área de 22 milhões de quilômetros quadrados sob nossa responsabilidade: a Dimensão 22. Na qual, homens e mulheres de nossa Força executam 24 horas por dia, 365 dias do ano, as ações de controlar, defender e integrar”, finalizou o brigadeiro Rossato.

Ordem do Mérito Aeronáutico

Durante o evento foi realizada também a imposição da Ordem do Mérito Aeronáutico, a mais importante comenda da instituição. A Ordem do Mérito Aeronáutico é a maior condecoração concedida pela FAB. Este ano foram agraciados 196 personalidades e cinco organizações militares: Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo, Comissão de Desportos da Aeronáutica, Instituto de Logística da Aeronáutica, Base de Administração e Apoio da 1ª Região Militar do Exército e 5º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral da Marinha.

Os ministros da Justiça e da Segurança Pública, Torquato Jardim; e da Integração Nacional, Helder Barbalho; e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, foram alguns dos homenageados com Ordem do Mérito Aeronáutico.

De acordo com o coronel aviador Reginaldo Pontirolli, da Secretaria de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica, a ocasião rememora os feitos de Santos Dumont. “A solenidade também lembra aqueles que conquistaram o domínio dos céus, diz o militar também agraciado com a Ordem do Mérito.

Ao final do evento, o público assistiu ao vídeo “Ser Aviador”, material produzido em homenagem aos aviadores e à FAB.

Participaram ainda da cerimônia o ministro chefe do GSI, general Sergio Etchegoyen; o comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira; o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas; o chefe de Assuntos Estratégicos do Ministério da Defesa, brigadeiro Alvani Adão da Silva; o comandante da Ala 1, brigadeiro Ary Soares Mesquita; além de oficias generais da Marinha, Exército e Aeronáutica, autoridades civis, militares e parlamentares.

História

O Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, celebrados em 23 de outubro, rememora o primeiro voo do 14 Bis realizado por Alberto Santos Dumont. O voo do aparelho mais pesado do que o ar ocorreu em 1906, no Campo de Bagatelle, em Paris.

O 14 Bis percorreu 60 metros em sete segundos, voando a dois metros do solo perante a Comissão Oficial do Aeroclube da França (instituição de reconhecimento internacional autorizada a homologar descoberta aeronáutica marcante) e mais de mil espectadores.

Fotos: Tereza Sobreira

(CECOMSAER/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>