FAB homenageia Patrono da Força Aérea Brasileira no Rio de Janeiro

Foi realizada nesta sexta-feira (18/09), na Base Aérea dos Afonsos (BAAF), no Rio de Janeiro (RJ), uma cerimônia militar em homenagem ao Patrono da Força Aérea Brasileira (FAB), Marechal do Ar Eduardo Gomes, que completaria 119 anos no dia 20 de setembro. A solenidade, presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, contou com a presença de Oficiais-Generais do Alto-Comando da FAB.

PATRONO FAB 1

Como destaque da solenidade um sobrevoo das aeronaves do primeiro esquadrão do décimo sexto grupo de aviação de caça (1º/16º GAV), os A-1. Já no solo, estava exposta a aeronave histórica K-263 Curtiss Fledging, que protagonizou na década de 1930 o início das atividades do Correio Aéreo Nacional; assim como o automóvel Itamarati executivo, responsável por atender o então Ministro da Aeronáutica, Marechal do Ar Eduardo Gomes.

Como forma de deferência, o Tenente-Brigadeiro Rossato colocou flores no busto do Marechal do Ar Eduardo Gomes. Ele ressaltou virtudes deixadas pelo Patrono como legado ao efetivo que movimenta as engrenagens da FAB. “Convido todos a render o merecido tributo àquele que registrou nos assentamentos de nossa história um legado de dedicação, competência e patriotismo. Valores essenciais para o aprimoramento de uma Instituição e, por consequência, de uma Nação.”, afirmou.

Para o Comandante da Base Aérea dos Afonsos, Tenente-Coronel Aviador Luis Cláudio Cunha Ottero, cerimônias como essas são impotantes, pois relembram nossas origens. “O Marechal Eduardo Gomes esteve presente em eventos cruciais para a Aeronáutica, ele é o espírito da nossa Força e de nossos militares. A figura desse homem, cidadão e militar que defendeu os interesses dos brasileiros, precisa ser lembrada.”, disse.

Hierarquia, disciplina são características dessa Força vibrante e audaz. De acordo com o Tenente-Brigadeiro Carlos de Almeida Baptista o Marechal Eduardo Gomes tinha essas características e outras mais. “Tive o prazer de ver nosso Patrono algumas vezes enquanto servia a FAB. Algumas de longe, quando cadete, outras como aspirante. A mais impactante foi quando fui ao posto de aspirante e tivemos a oportunidade de ir a Brasília para receber os cumprimentos, do então, Ministro da Aeronáutica, Eduardo Gomes. O que tenho por esse homem é respeito, respeito pelo sujeito honesto, pelo propósito e pelo amor ao Brasil que tanto se dedicou.”, finalizou.

(CECOMSAER/ FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>