Forças Armadas apoiam MEC na distribuição das provas do Enem

Forças Armadas apoiam MEC na distribuição das provas do Enem

Brasília – Sob coordenação do 4º Batalhão de Infantaria Leve (4º BIL), situado em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, 53 organizações militares do Exército Brasileiro manterão sob sua guarda as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), do Ministério da Educação. Ao mesmo tempo, militares e equipamentos da Marinha e da Força Aérea Brasileira (FAB) distribuirão esses exames em 62 localidades de difícil acesso na região amazônica.

Forcas Armadas apoiam MEC

O cronograma de guarda das provas e distribuição do material começa a ser deflagrado a partir das orientações repassadas pelo Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA). Nessa edição, que acontece nos dias 8 e 9 de novembro, o Enem contará com a participação de 8,7 milhões de candidatos.

“Após a mobilização das eleições, quando participamos com o apoio logístico e com a presença de militares na garantia da lei e da ordem (GLO), a missão de distribuição de provas do Enem consiste na nossa segunda mais importante mobilização”, explicou o capitão-de-mar-e-guerra Walter Marinho Sobrinho, da Subchefia de Operações do Ministério da Defesa.

Operação Enem

As provas do Enem, impressas em São Paulo, ficam sob o controle dos militares do batalhão de Osasco, que as distribuirão para outros quarteis da Força terrestre. O acordo com o ministério da Educação teve início em 2009 e tem por finalidade assegurar que os exames não cheguem a mãos indevidas ou sejam utilizados de forma criminosa.

Por sua vez, a Marinha e a FAB estarão transportando essas provas para 62 localidades de difícil acesso na Amazônia. Aeronaves e embarcações partem, em datas diversas (dependendo da distância e do meio de transporte empregado) das principais capitais daquela região, como Manaus, Belém, Porto Velho e Boa Vista, em direção aos mais longínquos rincões do país. A previsão de chegada aos seus destinos no dia 6 de novembro, devendo iniciar o percurso de retorno a partir de 10 de novembro.

Foto: Ascom/UFMG

(MD ASCOM/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *