Forças Armadas asseguram apoio logístico com transporte de alimentos e insumos médicos

Forças Armadas asseguram apoio logístico com transporte de alimentos e insumos médicos

Os militares da Marinha, do Exército e Aeronáutica envolvidos na Operação COVID-19, do Ministério da Defesa, continuam envolvidos no apoio em diversas missões de combate ao novo coronavírus. No sábado (06), um KC-390 da Força Aérea Brasileira (FAB) decolou da Ala 1, a Base Aérea de Brasília (DF), transportando profissionais de saúde e 1,9 tonelada de equipamentos e insumos para São Gabriel da Cachoeira.

MD_NOTICIAS_20200606_NOT07_F01.jpeg

Em Alagoas, o 59º Batalhão de Infantaria Motorizado transportou 2,8 mil cestas básicas para comunidades indígenas localizadas no Estado, em apoio à Fundação Nacional do Índio (FUNAI). As cestas de alimentos foram entregues às famílias indígenas nas cidades de Feira Grande, Joaquim Gomes e São Sebastião.

No Estado de São Paulo, o 2º Grupo de Artilharia de Campanha Leve distribuiu alimentos em parceria com a Prefeitura de Itu e proveu segurança durante a distribuição. A atividade envolveu 22 militares e seis veículos.

MD_NOTICIAS_20200606_NOT07_F02.jpeg

Solidariedade

Já no Rio de Janeiro, o apoio a doações dos militares do Comando Conjunto Leste foi aos bancos de sangue. Integrantes do efetivo do Comando, da Companhia de Comando da 1ª Divisão de Exército e do Campo de Instrução de Gericinó compareceram voluntariamente ao Hemorio para contribuir com o abastecimento do estoque local. Também na área de atuação do Comando, o Comando da 4ª Região Militar recebeu a visita do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, que conferiu os trabalhos realizados pelo Centro de Coordenação de Operações.

MD_NOTICIAS_20200606_NOT07_F03.jpeg

Desinfecção

Em todas as regiões do País houve ações de desinfecção de áreas públicas. No Pará, militares do 8° Depósito de Suprimento participaram da higienização de áreas públicas em Nova Timboteua, coordenada pelo Comando Conjunto Norte. Em Natal (RN), o Comando Conjunto local desinfectou Unidades Básicas de Saúde empregando militares capacitados pela Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do Comando do 3º Distrito Naval. Já o 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado higienizou as Unidades de Saúde de Amambai (MS), enquanto o 38º Batalhão de Infantaria encarregou-se da higienização da agência dos Correios de Serra (ES).

O Comando Conjunto Oeste também capacitou militares das três Forças com o Estágio de Descontaminação Biológica, em Porto Murtinho (MS). Já o Comando Conjunto Sul, em São Borja (RS), adestrou o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado para a Situação de Apronto Operacional, incluindo frações empregadas no enfrentamento à COVID-19

MD_NOTICIAS_20200606_NOT07_F04.jpeg

Operação Verde Brasil 2

Os Comandos Conjuntos da Operação Verde Brasil 2 também realizam suas atividades sob as recomendações de precaução contra a pandemia do novo Coronavírus. Militares especializados do 47º Batalhão de Infantaria realizaram, a pedido da Secretaria de Saúde de Juara (MT), a descontaminação do Hospital Municipal Elidia Machietto Santillo, do Centro de Saúde Municipal Frater Lucas Francisco Kistner da Costa e do 21º Batalhão de Polícia Militar. Eles utilizaram pulverizadores com uma mistura de cloro e hipoclorito nas salas de espera, pronto atendimento, consultórios e outras instalações, além das ambulâncias.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Por Tenente Felipe Bueno, com Comandos Conjuntos
Fotos: Divulgação das Forças Armadas

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *