Forças Armadas desinfectam presídios no Distrito Federal e no Rio de Janeiro

Para auxiliar na prevenção e no enfrentamento ao novo coronavírus no sistema carcerário, o Comando Conjunto Planalto deu continuidade, nesta terça-feira (12), à descontaminação da Penitenciária do Distrito Federal I (Complexo Penitenciário da Papuda). A descontaminação das quatro alas que compõem o Bloco D da penitenciária foi feita por 70 militares do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília (GptFNB) e do Exército Brasileiro.

Os militares aplicaram solução à base de água e cloro, nas dependências da Penitenciária. Durante a aplicação do produto na área interna, a administração do complexo carcerário fez o remanejamento dos internos para a área dos pátios. Ao término, a equipe envolvida passou por rigoroso protocolo de descontaminação.

Ação semelhante foi realizada pelo Comando Conjunto Leste, em parceria com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (SEAP). A desinfecção ocorreu no Complexo Penitenciário de Gericinó e também foi oferecida capacitação técnica a 40 Policiais Penais.

esta imagem não possui descrição

Já que hoje é comemorado o Dia da Enfermagem, para homenagear os profissionais da saúde e acalentar pacientes, o Comando Conjunto Leste levou músicos da banda da Força de Fuzileiros da Esquadra e do Comando Geral do Corpo de Fuzileiros Navais para o Hospital Federal dos Servidores (HSF), no Rio de Janeiro (RJ). Quem passou pelo local foi brindado com boa música. Enquanto a banda se apresentava, uma equipe especializada em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica, do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, desinfectou os corredores, o prédio administrativo, a farmácia, a sala de raio-x, elevadores, central de macas e almoxarifado do hospital.

esta imagem não possui descrição

O Complexo Judiciário Jalles Costa, em Natal (RN), também passou por desinfecção feita pelo Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba. O trabalho de desinfecção foi realizado em horário reservado, sem a concentração de pessoas no local, facilitando a condução da ação e a aplicação dos produtos químicos de forma segura.

O 53° BIS também descontaminou as instalações do 7° GBM. A atividade contribui para eliminar possíveis riscos de propagação da doença, garantindo a segurança dos Bombeiros Militares que utilizam as instalações.

A Capitania Fluvial de Santarém (CFS) tem conscientizado a população do Oeste do Pará sobre as medidas de prevenção e enfrentamento à doença. Durante inspeções navais, militares da CFS orientam tripulantes e passageiros das embarcações sobre as formas de evitar o contágio, além de distribuírem folders educativos.

esta imagem não possui descrição

Militares da Força Terrestre Componente Pantanal adquiriram conhecimentos teóricos e práticos sobre a utilização dos equipamentos, a descontaminação de instalações, veículos, materiais e sobre a montagem de posto de descontaminação. A aprendizagem ocorreu no Grupo Operativo de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Força Naval Componente, com a participação de militares do município de Corumbá (MS), do 17º Batalhão de Fronteira e da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira.

Desde o início da Operação COVID-19, a Força Pantanal (FORPAN) intensificou as ações de preparo de sua força de pronta resposta, para elevar a prontidão e manter a disponibilidade dos equipamentos a fim de fazer frente a atividades já em andamento. Dentre as ações implementadas até o momento destacam-se: apoio à descontaminação do Aeroporto Internacional de Campo Grande, adestramento e ações internas de descontaminação, instruções de técnicas operacionais e regras de engajamento e revistas de apronto operacional.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

esta imagem não possui descrição

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

Por Tenente Tássia, com informações dos Comandos Conjuntos

Fotos: Divulgação Forças Armadas

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>