Forças Armadas fornecem apoio psicológico durante pandemia de COVID-19

Durante a pandemia causada pelo novo Coronavírus em todo mundo, a preocupação de exposição à doença e o distanciamento social podem gerar períodos de estresse além do usual na população. Por isso, as equipes especializadas em psicologia das Forças Armadas se prepararam para enfrentar possíveis problemas psicológicos causados pelo panorama atual. Diversas ações visam cuidar e auxiliar pessoas que passam por eventos potencialmente traumáticos, entre militares, civis e, principalmente, aqueles que atuam efetivamente contra a COVID-19.

Os militares, especificamente, precisam estar preparados não só fisicamente, como também psicologicamente, para lidar com as mais diversas adversidades do serviço. Treinados visando a situações de conflito, as exigências também são primordiais no atual panorama da Operação COVID-19. Um dos pré-requisitos para a atuação do militar é estar emocionalmente pronto para atuar na linha de frente. Mais de 29 mil militares desempenham diversas atividades de apoio a órgãos governamentais e de fronteiras, transporte de brasileiros vindos de outros países, campanhas de vacinação, montagens de barracas para atendimento, além de limpeza e descontaminação de locais públicos por todo o País.

esta imagem não possui descrição

Há mais de um mês eles trabalham incessantemente e para continuar na missão precisam estar emocionalmente prontos. A psicóloga e chefe do setor de Psicologia do Hospital Militar de Área de Brasília (HMAB), Tenente-Coronel Ana Cláudia Lopes, destaca a importância do preparo psicológico dos combatentes. “Quanto maior a capacidade de o militar recompor o seu equilíbrio mental e emocional perante as situações geradoras de estresse, maior será sua resistência para permanecer na ação”, disse.

Para esse preparo mental em situações de crise, os militares desenvolvem o condicionamento psicológico ao longo da carreira. Existem áreas específicas do Exército – ensino e operacional – encarregadas de desenvolver estratégias para essa capacitação. No Manual de Doutrina das Forças Armadas existe a expressão “Moral da Tropa”, princípio de guerra utilizado para designar o estado de ânimo ou a atitude mental de um indivíduo ou grupo de indivíduos, que se reflete na conduta da tropa. Manter e aprimorar o moral elevado é essencial ao sucesso da guerra, como descreve o Manual.

esta imagem não possui descrição

A Tenente-Coronel Cláudia Lopes reitera que é interessante manter postura positiva com a vida e entender a situação atual como oportunidade de crescimento pessoal. Ela recomenda para as pessoas que cuidem dos relacionamentos sociais, realizando tarefas com familiares, assim como criar outras formas de encontrar os amigos e conversar, meditar. “Essas atitudes podem contribuir para o enfrentamento saudável da situação. Recomendo também que deem atenção às próprias necessidades e sentimentos, compreendam que estar ansioso ou preocupado é algo perfeitamente natural, mas se perceberem que não estão conseguindo lidar com o que está acontecendo, peçam ajuda”, finalizou.

esta imagem não possui descrição

Marinha

O portal Saúde Naval, da Marinha do Brasil (MB), reúne conteúdos com informações importantes sobre os meios para enfrentar a ameaça da COVID-19 – incluindo dicas para cuidar da saúde mental. Por meio de textos, vídeos e podcast, o portal orienta sobre os cuidados necessários durante períodos de maior instabilidade. “Em cenários inseguros, como o que vivemos com o novo Coronavírus, cuidar da saúde mental é fundamental. Medo, estresse e ansiedade podem surgir e você deve estar preparado emocionalmente para lidar com essas sensações”, aconselha a Tenente Raquel Penteado, psicóloga do Hospital Naval Marcílio Dias.

Um dos temas já tratados no portal em programa de podcast da Saúde Naval foi sobre os cuidados com a saúde emocional, mesmo com as restrições por conta da COVID-19. “O excesso de informação pode funcionar como uma armadilha, na medida em que pode trazer angústia, ansiedade e impotência diante dessa situação. Esse estado de constante alerta a curto prazo pode gerar dificuldades na capacidade de relaxamento”, alerta a psicóloga do Hospital Central da Marinha, Capitão de Corveta Alessandra Ronis.

esta imagem não possui descrição

Exército

Já o Departamento-Geral do Pessoal do Exército Brasileiro publicou em sua página guia sobre “Como proteger a sua Saúde Mental“. O material, produzido pelo Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEX) e com participação do personagem infantil Recrutinha, trata de temas como os cuidados ao lidar com o excesso de notícias e uso de redes sociais, além de destacar a importância da solidariedade, empatia e valorização dos profissionais de saúde. Aos que precisarem de ajuda, o guia divulga o contato do Centro de Valorização da Vida, que atende pelo número 188. Além disso, o HMAB oferece serviço de acolhimento a quem procura a área, pautado em escutas ativas e empáticas às demandas.

O Setor de Psicologia do HMAB está estruturando serviço de apoio psicológico aos militares da Operação COVID-19, considerando os três universos envolvidos: os militares de saúde que trabalham na linha de frente, os pacientes internados e os familiares. “Aos profissionais de saúde, as ações são pensadas de forma que possibilite o desenvolvimento da capacidade de resiliência perante as situações vividas”, salientou a Tenente-Coronel Cláudia Lopes. Para os demais, os psicólogos estão à disposição para trabalhar na escuta ativa dos problemas que enfrentam.

Atualmente, o HMAB desenvolve um processo para apoio psicológico seguro aos casos emergenciais e de risco, que envolvam os pacientes que possam vir a se internar, seus familiares e profissionais de saúde. Esse atendimento é feito on line, por videoconferência. Nos demais casos, o atendimento presencial segue as normas do Conselho, prevendo distanciamento e ambiente arejado.

esta imagem não possui descrição

Força Aérea

No âmbito da Força Aérea Brasileira (FAB), o Instituto de Psicologia da Aeronáutica (IPA) lançou canal de comunicação por telefone dedicado, exclusivamente, à escuta, acolhimento e suporte psicológico, para os Profissionais de Saúde da Aeronáutica que estão na linha de frente do combate à COVID-19. A ação tem como propósito aumentar a resiliência e auxiliar na busca por estratégias funcionais de enfrentamento ao estresse causado por eventos potencialmente traumáticos. O serviço é oferecido por uma equipe de psicólogos voluntários em regime de plantão de sobreaviso 24 horas e em teletrabalho.

Ainda, a Rádio Força Aérea tem tratado em seu podcast FABcast, através da plataforma Spotify, sobre temas relacionados ao tratamento de problemas psicológicos relacionados ao período de pandemia e distanciamento social, voltados para o público geral e para profissionais atuando ativamente contra o novo Coronavírus. “Acredito que, nesse momento, é importante a gente pensar em todas as formas de juntar forças. A psicologia é mais uma oportunidade de a gente aumentar a resiliência principalmente daqueles que estão na linha de frente”, diz o Coronel Aviador Bruno Pedra, Diretor do IPA.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

esta imagem não possui descrição

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

Por Tenente Felipe Bueno, Tenente Helena e Mariana Alvarenga

Fotos: Marinha, Exército e FAB

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>