Forças Armadas no combate diuturno ao novo Coronavírus sem deixar de cuidar da higidez da tropa

“Cuidar das nossas instalações é garantir a permanência no combate! ” É com esse entusiasmo que as Forças Armada vêm atuando e apoiando a sociedade no enfrentamento à COVID-19. O Hospital Militar de Área de Recife (PE) implantou o projeto “Cuidando do Cuidador”, voltado para melhorar a resistência dos militares de saúde, atuando com ênfase na medicina tradicional chinesa, na aromaterapia, no reiki e nos florais do sistema Saint Germain.

Ações sanitárias internas aconteceram no 5º Batalhão Logístico, em Curitiba (PR), e em São Luís (MA), onde o 24º Batalhão de Infantaria de Selva higienizou o Círculo Militar: cozinha e Grêmio de Subtenentes e Sargentos.

Também no âmbito do Comando Conjunto Norte, em Breves (PA), atiradores do Tiro de Guerra 08-004, do 8º Depósito de Suprimento, foram capacitados para ações de descontaminação química. Militares do 1º Regimento de Cavalaria de Guardas – Dragões da Independência – e do 28º Batalhão Logístico, em Dourados (MS), também passaram pela instrução.

esta imagem não possui descrição

Ações preventivas

Em Natal (RN), houve a desinfecção da sede do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Em Salvador (BA), foi desinfectado o Hospital Santo Antônio, que integra a Instituição Obras Sociais Irmã Dulce, sob coordenação do Comando Conjunto Bahia.

A mesma ação aconteceu no Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará, em Belém (PA), pelo 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas. Também na capital paraense, o Comando Conjunto Norte higienizou instalações e viaturas da Infraero. Em Marabá (PA), os militares do 52º Batalhão de Infantaria de Selva lavaram praças, pontos de ônibus e áreas comuns da cidade.

Já o 18º Batalhão de Transporte descontaminou as feiras livres da Vila Jaci e do bairro Piratininga, em Campo Grande (MS). Já no Rio de Janeiro (RJ), militares da Marinha do Brasil realizaram a higienização do Gabinete de Segurança Institucional (RJ) e do Aeroporto de Jacarepaguá (RJ). Na ocasião, os profissionais do aeroporto foram instruídos quanto às técnicas de desinfecção para a continuidade da tarefa.

Na região Sul, em Florianópolis (SC), a descontaminação aconteceu no alojamento dos profissionais de saúde do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina, pelo 14º Pelotão de Polícia do Exército.

esta imagem não possui descrição

Doações

Para auxiliar as famílias atendidas pelo Programa Força no Esporte (PROFESP), durante a pandemia do novo Coronavírus, o Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba entregou 250 kits de alimentação no município de São Gonçalo do Amarante (RN). Já em Cruz Alta (RS), o Comando da Artilharia Divisionária da 3ª Divisão de Exército apoiou o Banco de Alimentos de Cruz Alta na distribuição de kits de alimentação para as famílias mais vulneráveis à COVID-19.

esta imagem não possui descrição

Dando continuidade às ações de prevenção ao novo coronavírus, o 9° Batalhão de Engenharia de Combate apoiou o controle sanitário em Aquidauana (MS) e no Distrito de Piraputanga (MS), sob coordenação do Comando Conjunto Oeste.

No âmbito do Comando Conjunto Bahia, houve distribuição de máscaras do tipo Face Shield em 14 municípios do interior baiano, contribuindo para a proteção dos profissionais que atuam no tratamento de pacientes suspeitos ou contaminados com a Covid na região.

Durante as inspeções navais, tripulantes das embarcações e integrantes da comunidade marítima receberam orientações por militares da Capitania dos Portos de Alagoas quanto às medidas de prevenção em Maceió (AL) e Marechal Deodoro (AL).

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

esta imagem não possui descrição

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

Por Ten Helena, com informações dos Comandos Conjuntos

(MD ASCOM/FM)

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>