Forças Armadas realizam Estágio de Sensibilização de Ameaça Terrorista

Forças Armadas realizam Estágio de Sensibilização de Ameaça Terrorista

Profissionais do Hospital do Exército preparam-se para os Jogos Rio 2016

São Paulo (SP) – As Forças Armadas estão empenhadas em garantir que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 transcorram em clima pacífico e seguro. Nesse contexto, nos dias 4 e 5 de junho, profissionais do Hospital Militar de Área de São Paulo (HMASP) participaram de instruções sobre antiterrorismo, divididas em diversos módulos.

Forças Armadas realizam Estágio de Sensibilização de Ameaça Terrorista
Forças Armadas realizam Estágio de Sensibilização de Ameaça Terrorista

Sensibilização

Durante a manhã de sábado, 4 de junho, militares do Centro de Coordenação Tático Integrado (CCTI) de São Paulo ministraram o Estágio de Sensibilização de Ameaça Terrorista. A atividade teve como objetivo principal preparar os profissionais para que possam conscientizar o público acerca da perspectiva de ameaça terrorista no Brasil. “Não estamos acostumados com incidentes terroristas. É preciso despertar em nosso público a necessidade, por exemplo, de atentar para aquela mala abandonada no saguão do aeroporto, do hotel ou do estádio. Não existe evidência de ataque terrorista no País, mas devemos estar preparados”, explicou um dos instrutores.

À tarde, militares do Batalhão de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Marinha do Brasil, com sede no Centro Experimental ARAMAR, em Iperó, Região de Sorocaba (SP), realizaram demonstração de atendimento a vítimas de ataque químico. Um posto de descontaminação foi montado e os instruendos puderam avaliar a complexidade do procedimento de atendimento nesse tipo de situação, além de tirar dúvidas com os instrutores da Marinha. Na sequência, houve instrução sobre agentes biológicos.

Forças Armadas realizam Estágio de Sensibilização de Ameaça Terrorista
Forças Armadas realizam Estágio de Sensibilização de Ameaça Terrorista

No domingo, dia 5, foi a vez de militares do HMASP simularem atendimento em posto de descontaminação em caso de haver um ataque químico. Terminada a parte teórica sobre equipamentos de proteção Individual para Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN), os instruendos dividiram-se em dois grupos: vítimas e socorristas. Depois do exercício, as equipes trocaram de lado na simulação.

Trabalho integrado

Ao mesmo tempo que haverá mais de 10 mil atletas sob os olhares de cerca de quatro bilhões de espectadores de todo o mundo, o governo brasileiro empregará 85 mil homens na Defesa e Segurança. O trabalho é integrado entre Ministério da Defesa, Agência Brasileira de Inteligência e Ministério da Justiça, além dos governos estadual e municipal.

Jogos Rio 2016 em São Paulo

O HMASP estará de prontidão para os eventos esportivos do estádio Arena Corinthians, que receberá dez jogos em sete oportunidades. Serão seis partidas de futebol feminino e quatro de futebol masculino.

Fotos: Asp Vital / Cb Rafael Silva

(CCOMSEX/ FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *