Fragata “Independência” parte para integrar a Força-Tarefa Marítima da UNIFIL

Fragata “Independência” parte para integrar a Força-Tarefa Marítima da UNIFIL

Após seis meses de preparo para a prontificação dos membros de sua tripulação coordenado pela Subchefia de Operações de Paz (SC-4) do Ministério da Defesa e de instruções específicas conduzidas pela Marinha do Brasil, no último 08 de março, na Base Naval do Rio de Janeiro, ocorreu a cerimônia de desatracação da Fragata “Independência”, que substituirá a Corveta “Barroso”, na função de Navio-Capitânia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL).

esta imagem não possui descrição

Presidida pelo Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, Comandante de Operações Navais, o evento contou com a presença de representantes deste Ministério da Defesa, de Oficiais-Generais da Marinha do Brasil e de familiares da tripulação do navio.

esta imagem não possui descrição

A UNIFIL foi criada em 1978 e tem o propósito de manter a estabilidade na região, desde a retirada das tropas israelenses do território libanês. Atualmente, possui um contingente militar de aproximadamente 10 mil homens e mulheres de mais de 40 países, dentre eles, o Brasil.

esta imagem não possui descrição

A FTM-UNIFIL, estabelecida em 2006, é a pioneira na condição de caráter naval, por meio da Força Tarefa Marítima, como parte de uma Missão de Manutenção de Paz, sob a égide da ONU. Desde 2011, é comandada por um Almirante brasileiro e, atualmente, a missão possui cerca de 730 militares, em seis navios das Marinhas: da Alemanha, de Bangladesh, da Grécia, da Indonésia, da Turquia e do Brasil.

Com informações da Subchefia de Operações de Paz

Fotos: Divulgação

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *