Fuzileiros Navais apresentam suas capacidades ao Serviço de Treinamento Integrado das Nações Unidas

Fuzileiros Navais apresentam suas capacidades ao Serviço de Treinamento Integrado das Nações Unidas

Nos dias 28 e 29 de junho, uma equipe formada por Oficiais do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE), do Comando do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CDDCFN) e do Centro de Operações de Paz de Caráter Naval, do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), conduziu, de forma virtual, com o apoio do Centro de Ensino a Distância do CFN, uma série de apresentações sobre as capacidades do Corpo de Fuzileiros Navais relacionadas ao Grupamento Operativo de Força de Paz (GptOpFuzNavFPaz), atualmente organizado pelo 2º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais.
O GptOpFuzNavFPaz é composto por 220 militares da Força de Fuzileiros da Esquadra, que estão sendo treinados desde maio deste ano, para se tornar um componente especializado, em condições de ser empregado nas Operações de Paz das Nações Unidas (ONU), em local e momento oportuno. Durante as apresentações, foram expostas as estruturas de recursos humanos, materiais e doutrinários, bem como toda a Sistemática de Treinamento e Avaliação em apoio àquela tropa.
As apresentações tiveram como propósito fornecer subsídios ao Serviço de Treinamento Integrado das Nações Unidas e marcaram uma das etapas do processo que visa à elevação do GptOpFuzNavFPaz, do tipo Companhia de Reação Rápida (QRF COY, sigla em inglês), ao segundo nível, no contexto do Sistema de Prontidão de Capacidades de Manutenção da Paz das Nações Unidas (UNPCRS). Após a elevação ao nível 2 do UNPCRS, o Brasil conseguirá manter a representatividade internacional de suas Forças Armadas, estando apto a enviar contingentes militares para as diferentes missões de paz sob a égide da ONU.
(CCSM/FM)
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *