General José Eduardo Pereira é o novo Comandante Militar do Leste

General José Eduardo Pereira é o novo Comandante Militar do Leste

Na sexta-feira (14), o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o Presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanharam a solenidade de transmissão de cargo do Comando Militar do Leste (CML). A cerimônia marca o encerramento da gestão do General Júlio César de Arruda e as boas-vindas ao General José Eduardo Pereira. O momento foi rápido e restrito, devido à pandemia do novo coronavírus.

Ao som de trompetes, o Ministro da Defesa e o Presidente da República receberam as honras militares e foram cumprimentados pelo General Edson Leal Pujol, Comandante do Exército. “É uma honra estar aqui. Esse recinto me lembra um pouco o nosso sagrado P3M (Pátio Marechal Mascarenhas de Moraes), onde nos formamos e assumimos o compromisso de tudo fazer pela Pátria. General Arruda, estamos juntos para lutar por um País melhor.

General José Eduardo, o conheci como assessor parlamentar, quando o senhor superou uma missão totalmente diferente daquela para a qual somos formados, mas que, com certeza, o moldou para questões políticas”, disse o Presidente aos Comandantes.

MD_NOTICIAS_20200814_NOT04_F01.jpeg

É tradição que o Comandante que deixa o cargo tenha a sua fotografia fixada na galeria de ex-comandantes. O momento de inauguração do retrato é marcado por homenagens e reconhecimento, visto que esse novo quadro celebra a despedida de alguém que deixou sua marca na gestão da Organização Militar. O General José Eduardo conduziu o ritual.

MD_NOTICIAS_20200814_NOT04_F02.jpeg

“O General Arruda vai compor uma linha do tempo, que ao longo de muitos anos é estabelecida pelos comandantes. É uma espécie de homenagem ao comandante que deixa a missão e ao muito trabalho realizado nessa função. Serve de reconhecimento e inspiração aos novos comandantes que assumem”, mencionou, convidando o General Pujol a proceder à inauguração.

MD_NOTICIAS_20200814_NOT04_F03.jpeg

O General Pujol fez a leitura da referência elogiosa ao General Arruda pela sua jornada no CML. “Ser Comandante do Comando Militar do Leste é poder reviver a tradição e testemunhar os fatos que mudaram a história nacional. Esse local, por muito tempo, foi o endereço mais importante da Força Terrestre. Daqui, nossos antecessores testemunharam eventos como o juramento constitucional de Dom Pedro II e a Proclamação da República”, enfatizou. “Ao assumir o CML, o General Arruda foi partícipe de mais um período histórico que acaba de ser escrito”, disse ainda o General Pujol.

O momento de passagem de Comando é marcado pelo ritual de entrada da Bandeira Nacional ao som de trombetas e tambores. O General Arruda apresentou suas despedidas, agradecendo os militares que estiveram com ele por dezesseis meses à frente do CML e relembrando as realizações.

Alguns dos trabalhos mencionados foram a participação do Comando na Operação Acolhida, de atendimento humanitário aos venezuelanos que ingressam no Brasil, e a Operação Covid 19, que está em curso, de combate aos efeitos do novo coronavírus.

MD_NOTICIAS_20200814_NOT04_F04.jpeg

“Tudo o que foi realizado teve a participação de várias pessoas. Por isso, não posso deixar de expressar minha profunda gratidão a todos os que me ajudaram”, disse ele. “Ter sido Comandante Militar do Leste foi uma honra, privilégio e satisfação. Foi onde passei mais de sessenta por cento da minha vida militar. Aqui se exerce a nossa profissão com muita intensidade e profissionalismo, no amplo espectro de missões e tarefas”, destacou o General Arruda.

Participaram da solenidade o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales; o Ministro-Chefe da Secretaria de Governo, General Ramos; o Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança institucional, General Heleno; o Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entre outras autoridades e militares.

O Palácio Duque de Caxias
A cerimônia foi no salão nobre do Palácio Duque de Caxias, edifício do Quartel-General do CML. É uma das áreas mais imponentes do prédio, com o teto decorado por obras em vitrais, chamadas: A Batalha dos Guararapes, A Defesa das Fronteiras, A Batalha do Avaí, República e A Pátria Brasileira.

O edifício foi construído na mesma área que funcionava o antigo Quartel General da Praça da República, construído no século XIX.

O General José Eduardo Pereira
Natural de Santo André, São Paulo, o General José Eduardo incorporou-se ao Exército em 1977, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército de Campinas (SP). Ao longo de sua carreira, exerceu, entre outras funções, as de Comandante de Pelotão do 5º Batalhão de Infantaria e do 26º Batalhão de Infantaria Paraquedista.

Como General, comandou a 11ª Brigada de Infantaria Leve, foi chefe do preparo da Força Terrestre, Vice-Chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa e Comandante da 2ª Divisão de Exército. Já foi agraciado com diversas condecorações ao longo da carreira, entre as quais destacam-se a Medalha da Ordem do Mérito da Defesa Grande Oficial, a Medalha da Ordem do Mérito Militar Grau Grã Cruz e a Medalha Militar de Ouro com passador de platina.

Por Mariana Alvarenga
Fotos: Igor Soares

(MD ASCOM/FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *