Homenagem aos náufragos dos Navios Baependy e Itagiba e ao 1º Tiro de Artilharia da FEB

Homenagem aos náufragos dos Navios Baependy e Itagiba e ao 1º Tiro de Artilharia da FEB

Niterói (RJ) – No período de 20 a 22 de setembro, o 21º Grupo de Artilharia de Campanha (21ª GAC) realizou uma homenagem aos náufragos dos Navios Baependy e Itagiba e do primeiro tiro de artilharia da Força Expedicionária Brasileira (FEB), episódios ocorridos no contexto da Segunda Guerra Mundial.

A programação contou com um Culto Ecumênico, conduzido pelo Serviço de Assistência Religiosa do Comando Militar do Leste, e uma palestra do Jornalista e Escritor Marcelo Monteiro, autor do livro “U-507: O Submarino que afundou o Brasil na Segunda Guerra Mundial”, editado pela BIBLIEx.

homenagem

No dia 22 de setembro, foi realizada uma solenidade presidida pelo Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército João Camilo Pires de Campos, que contou com a presença de diversas autoridades civis, militares e artilheiros das Guarnições de Niterói e do Rio de Janeiro.

Durante a cerimônia, sobreviventes dos naufrágios homenagearam os que se foram e familiares puderam prestar homenagens a seus entes queridos. Foi doado, pela família do Primeiro-Tenente Dálvaro José de Oliveira, náufrago dos navios Itagiba e Arará, um capacete por ele usado na Segunda Guerra Mundial. Ainda na solenidade, foi conduzida uma encenação do primeiro tiro de artilharia, exatamente às 14h22, mesmo horário do feito em 1944. O comando de fogo foi dado pelo Gen Campos, e a peça foi acionada pelo Cabo Reynaldo Pontarolli, Cabo Apontador da peça na Campanha da FEB na Itália.

A seguir, houve uma apresentação de gaita de foles da Banda Brazilian Piper, além de uma exposição de material e de viaturas da Segunda Guerra Mundial.

homenagem2

(CCOMSEX / FM)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *